Isso mesmo, Oi e TIM.

Quando a Anatel realizou o leilão das frequências de operação 3G, todas as operadoras assumiram um compromisso de evolução da cobertura a longo prazo. Cada operadora deveria cumprir uma lista de cidades para serem cobertas, cada qual com seu prazo. Claro e Vivo conseguiram fazer o serviço numa boa, mas Oi e TIM não cumpriram as metas de expansão.

Até abril de 2012, todas as operadoras deveriam ter cobertura em todos os municípios maiores que 200 mil habitantes. A situação apertou de verdade em abril de 2013, quando todas as operadoras deveriam cobrir 100% dos municípios maiores que 100 mil habitantes, 50% dos municípios com população entre 30 e 100 mil habitantes e 15% dos municípios com população menor que 30 mil habitantes.

A TIM cumpriu a meta de cobrir 50% dos municípios com população entre 30 mil e 100 mil habitantes, mas falhou na meta de atender os 15% de municípios com menos de 30 mil habitantes: a operadora ficou devendo a cobertura em 410 localidades. Já a Oi deixou de cobrir 11 cidades com população entre 30 e 100 mil habitantes, bem como 415 localidades com população inferior a 30 mil habitantes.

Todas as metas impostas pela Anatel de expansão de cobertura 3G

Todas as metas impostas pela Anatel de expansão de cobertura 3G

Enquanto isso, as outras operadoras estão se dando muito bem: a Claro fechou outubro com 1.579 municípios cobertos com sua rede 3G, e a Vivo lidera a cobertura com 3.132 municípios. Em relação ao 4G, a Vivo também dispara no número de cidades cobertas: até o momento, são 69 cidades com LTE da operadora, contra 23 cidades da Claro e apenas 8 da Oi e TIM.

É fácil descobrir o motivo da lenta expansão da Oi e TIM: ambas as operadoras estão com dívidas muito altas, sendo que a TIM se encontra em uma crise de identidade sobre quem será seu real dono daqui pra frente. O mais curioso de tudo isso é que a Oi é a operadora com a maior capacidade de expansão de rede, uma vez que 75% do seu backhaul é ligado em fibra ótica. Só para efeito de comparação, a Vivo, que tem a maior cobertura 3G e 4G, tem apenas 13% do seu backhaul em fibra ótica.

Com informações: Teleco, Teletime

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alexandre William Rolim
A telefonia mais cara do mundo e ainda na idade da pedra.... a regra com esse governo medíocre é clara..... roubar, roubar e roubar. Assim esses lixos de operadoras deitam e rolam no povo brasileiro.
Joao Gabriel Gomes Batista
Rodrigo Fante Então, eu usei a O2 lá e era a "pior". E por pior entende-se uma operadora que oferece por 15 libras mensais tráfego LIVRE de dados em velocidade máxima e que eu usava como tethring a vontade..Só não fazia downloads.. Mas é como falaram mesmo, o Estado protege demais, os impostos são altos, a extensão territorial joga contra. Dava pra ser muito melhor.
Helio Oliveira
Só no Brasil mesmo essa porcaria... Assistam e depois me falem: https://www.youtube.com/watch?v=OOsonTmDFqA
Rodrigo Fante
Lucas Sandoval até 2011, já estava iniciando a rede 4G., eu acho que o inchaço do poder público, assim como a falta de qualidade dos políticos só reflete a falta de qualidade do povo como um todo, adoro o Brasil, gostaria muito que o brasileiro fosse mais inteligente e educado, infelizmente hoje não é realidade e isso afeta a todos.
Lucas Sandoval
Rodrigo Fante Em que ano você morou lá? converso com pessoas que moram lá e elas falam muito bem dos serviços *hoje*.
Lucas Sandoval
Rodrigo Fante "Em tempo, também gostaria de menor intervenção do estado, mas no Brasil, como tudo é corrupto(povo, politicos, empresas etc)," Mas o BR é corrupto justamente por causa do inchaço do estado e do nível de intervencionismo econômico. Olha o mensalão, começou dentro dos correios(estatal). Olha quanta coisa errada dentro da Petrobras(outra estatal). Apenas liberdade econômica pode resolver esse problema.
Rodrigo Fante
Lucas Sandoval Não posso falar do Canadá, mas a Inglaterra tem situação semelhante, com diversas operadoras e o serviço é péssimo, quando morei lá era raro conseguir navegar dependendo da localidade(minha casa por exemplo não navegava), e onde conseguia era muito lento, testei O2, Orange e 3, uma pior que a outra, e o governo lá pouco se mete, repito, discordo que o governo deva influenciar, mas isso não garante serviço de qualidade, principalmente em um país de corrompidos como o nosso.
Lucas Sandoval
Rodrigo Fante Quem disse que a Vivo "entrega com qualidade razoável"? O estado? Sou cliente da Vivo e não concordo com a afirmação. Pode ser que na sua cidade funcione melhor, mas aqui, não. A única coisa que aumenta a qualidade é a ampla concorrência. O Canada com 35 milhões de habitantes tem 9 operadoras de celular. O BR com 197 milhões, apenas 4.
Alex Portugal
Denilson Rocha um amigo usa o 4G aqui em Mogi das Cruzes e ele atinge facilmente 35Mbps, e nunca vi abaixo de 17Mbps.
Denilson Rocha
O 3G da Vivo me deixava razoavelmente satisfeito, daí crescí a expectativa pro 4G e, no momento, tá decepcionante: nada de velocidades acima dos 5Mbps, ou seja, na prática, continuo 3G Plus. Apenas mais estável e com um incremento no upload.
Raquel Helena Soares
Vou ser fiel ao pombo correio então....
Denilson Rocha
E o povo daqui (PB) segue com uma fidelidade canina a essas duas bostas.
Wellington Gabriel de Borba
Ano passado a TIM dá lucro bilionário e vem dizer que não tem dinheiro para colocar ERB? Conta outra que nessa eu num caio não.
Wellington Gabriel de Borba
Calma, aí! Existem tantas leis nos estados e municípios porque constitucionalmente eles podem, é prerrogativa deles fazerem isso e é bom que façam. Em alguns casos específicos, como a da instalação das ERBs realmente faria mais sentido uma legislação federal. Com relação a concorrência, é impossível cada um que quiser abrir uma operadora de telefonia móvel. Até mesmo porque para que este serviço funcione é necessário ondas de radiofrequência, um recurso natural limitado, ou seja, não tem para todo mundo, e sobre o qual muita gente tem interesse em usar. Além disso, nem todos os lugares do mundo existem 4 operadoras de dimensão nacional, muito menos uma 4ª colocada que sozinha tem mais de 20% do mercado como no caso brasileiro. O problema do Brasil é o contrário do excesso da intervenção estatal. Sem contar que o fato de muitas cidades não terem banda larga ou o serviço existente custar valores imorais já mostra o que um mercado desregulado é capaz de fazer pelo interesse social, que para mim interessa mais do lucro de operadora.
Rodrigo Fante
Lucas Sandoval com qual argumento diz isso? Como eu disse, se uma operadora consegue entregar um produto com qualidade razoável e as demais não, como pode afirmar isso? Em tempo, também gostaria de menor intervenção do estado, mas no Brasil, como tudo é corrupto(povo, politicos, empresas etc), tenho minhas duvidas se o livre comércio funcionaria tão bem quanto no resto do mundo.
Exibir mais comentários