Com um atraso de aproximadamente seis meses em relação à concorrência, a Oi finalmente disponibilizou a sua rede 4G na cidade de São Paulo. O funcionamento do serviço teve início nesta sexta-feira e inclui também a região de Curitiba, no Paraná.

A companhia não explicou porque demorou tanto para estrear o serviço nestas localidades, apenas se limitou a dizer que, pelo menos em relação a São Paulo, passou os últimos dois meses fazendo os ajustes necessários para que a rede atingisse a qualidade desejada.

É bastante provável, no entanto, que a decisão tenha a ver com acordos comerciais, uma vez que a companhia utiliza uma infraestrutura compartilhada pela TIM que, por sua vez, inaugurou a sua cobertura 4G de São Paulo no último mês de julho.

conexao 4g

De qualquer forma, a Oi está atendendo ao cronograma imposto pela Anatel. A entidade determinou a disponibilização de redes 4G nas cidades-sede da Copa das Confederações – Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador – e a operadora o fez em abril deste ano, dentro do prazo.

Para a cidade de São Paulo, a meta estipulada é de cobertura 4G em pelo menos 50% da região até 31 de dezembro de 2013. A Oi é última entre as grandes operadoras a fazê-lo, mas afirma que a sua rede chega já atendendo a 73% da área urbana da capital paulista.

Até a referida data, a companhia promete expandir a sua rede 4G para os municípios de Campinas e São Bernardo do Campo, também em São Paulo, além de outras 14 cidades espalhadas pelo país.

Os valores do serviço variam conforme a região e o tipo de plano, mas começam com mensalidades de R$ 59 (considerando apenas dados). A opção para modem com maior franquia, 10 GB, sai por R$ 129 mensais em São Paulo, por exemplo. Em todos os pacotes, as velocidades prometidas no contrato são praticamente as mesmas já adotadas pelas demais operadoras: 5 Mb/s no download e 512 Kb/s no upload (uma afronta ao gráfico acima, mas enfim).

Com informações: Reuters

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tarek Bazzi
Alguém conseguiu 4g da Oi em Curitiba? Eu não... Estou dando tchau!
renatojrn
Bem, as pessoas que conheço aqui em Curitiba e estão utilizando o 4G da vivo, não estão conseguindo sequer assistir a um video no youtube.
Fausto Santos de Souza
No geral a rede 4G brasileira está melhor que a dos EUA e em pé de igualdade com a de alguns países da UE. Existem vários testes de clientes brasileiros demostrando as taxas de UL e DL. Aqui no RJ meu MotoX com 4G da Claro fica com as seguintes taxas: 20Mbps à 45Mbps de DL e 12Mbps à 28Mbps de UL. Já vi outros clientes baterem picos de 71Mbps de DL aqui no Rio.
portela.thiago
Brasileiro gosta de ser feito de trouxa msm... Não pense assim meu amigo, o fornecedor do serviço tem que disponibilizar seu produto de acordo com a tecnologia. É uma afronta sim oferecerem isso para uma tecnologia que oferece 20x mais da velocidade prometida. É um absurdo. Se fosse assim, neste pensamento, acharíamos normal um plano 3g prometer down de 512Kb/s e um 3g plus 1Mbps, quando na verdade sabemos que as velocidades da tecnologia são muito maiores.
Yago G. Oliveira
Visto que 4G suporta mais pessoas, deveriam migrar todos, sem distinção.
William Bannach
ATAAAAAAAA, desculpa xará, tinha visto esse erro deles não kkkkkkkk
William Sanches
William Bannach Quando comentei eles ainda não tinham arrumado, a velocidade de download que eles tinham colocado na matéria era de 5Gb/s
viniciusghietti
Não vejo muito futuro nessa rede 4G no Brasil, espero que uma parte da população (classe média alta e a classe alta) migrem para esses planos... Quem sabe assim alivia mais o 3G e ele ganha um pouco de qualidade hehe
William Bannach
Tá louco?? 5 GB é a franquia, a velocidade máxima é de 100 mbps, e isso é o máximo, pq em condições normais não passa de 50 de download e 20 de upload.
Lekynus Sama
não vejo afronta nenhuma, isso é feito por todas as operadoras do MUNDO, alias uma conexão 2G/3G/4G é bem diferente dessa conexão cabeada que temos em casa. Da para comparar esses G's com o wi-fi da nossa casa, ele recebe a conexão via cabo e repassa via sem fio para todos os dispositivos conectados nele, quanto mais dispositivos conectados, mais lerdo fica a conexão individualmente
Leandro Nascimento
CNTP é boa... hahahaha
Rafael Vivaldi
Afronta é pegar um gráfico genérico, feito para uma largura de banda diferente da que a Oi possui, que mostra a velocidade bruta máxima teórica para um único usuário nas melhores condições de CNTP e usar para incentivar os leitores a reclamarem da qualidade do serviço.