Início » Arquivos » Jogos » The Last Guardian ainda vive e seu criador pede desculpas pelo atraso do jogo

The Last Guardian ainda vive e seu criador pede desculpas pelo atraso do jogo

Avatar Por

No longínquo ano de 2009, nossos corações deram um salto mais forte quando a Sony anunciou, durante a E3, The Last Guardian, que seria uma nova propriedade intelectual dos criadores do clássico fenomenal Shadow of the Colossus e do não menos sensacional Ico.

O título recebeu um trailer e teve um pouco de sua história contada. A narrativa abordaria a relação entre uma criança e uma criatura, tudo de uma forma aparentemente muito semelhante a como eram levadas as histórias dos outros jogos do Team Ico. Desde aquele fatídico dia de anúncio, no entanto, cada ser humano desse planeta tem feito a mesma pergunta: “Por onde anda The Last Guardian?”

the-last-guardian

A falta de comentários sobre sua produção e as esquivas sempre rápidas da Sony, quando questionada sobre o jogo, fizeram com que muita gente já vestisse luto e presumisse a morte prematura do jogo – que, afinal, não tem dado notícias há mais de seis anos (contando que seu desenvolvimento teve início em 2007). Mas é aqui, Gafanhoto, que a notícia fica boa: The Last Guardian ainda vive.

Apesar de ter sido prometido para o PlayStation 3, foi só agora, depois do lançamento do PlayStation 4, que a produtora se manifestou sobre a obra. Fumito Ueda, que assumiu a responsabilidade de trazer o jogo à vida, se declarou “terrivelmente desapontado” com o atraso do mesmo,

O pedido de desculpas do designer foi feito à revista Edge, para a qual disse também se sentir mal por ter deixado seu público esperando por tanto tempo. Surpreendentemente, Ueda contou que seu trabalho como criador no jogo já terminou há bastante tempo, mas os detalhes de quando, onde e como ele será completo, estão longe de seu controle.

Ao ser questionado sobre como consegue manter um time de desenvolvimento motivado por tanto tempo, o designer, que atualmente trabalha por conta própria e “freela” (sim, como nós, Ueda também é mortal) para a Sony, deu algumas dicas preciosas: “Manter a motivação é resultado de produzir algo ótimo. Um hobby ou álcool podem ajudar a refrescar você temporariamente, mas ambos não motivam sua criatividade. Além do mais, os membros originais da equipe de Ico e SOTC estão tão empolgados com os detalhes quanto eu estou. Eu sempre quero criar rapidamente e sempre quero aumentar a taxa de produção”.

Resumo da ópera: como já havíamos ouvido falar neste ano, The Last Guardian tarda, mas deve chegar em algum momento desta década para o PlayStation 4. Com a diferença de que, agora, nós sabemos que alguém anda se sentindo mal por frustrar nossas expectativas.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Kira
Ousawa Akatsuki
Bem que poderia lançar um reboot do shadow of the colossus com 48 colossus,segredos revelados e melhor explicação do antes e depois da história do game.
Artur Benchimol
Esperarei mais 6 anos se preciso!!! Mas que venha um ótimo jogo
mariombn
Era esse mesmo papinho quando era pra sair pro PS3...
Tales Cembraneli Dantas
este cara é um Gênio, comparo ele ao James Cameron, demora pra lançar um novo título, mas pode esperar uma obra prima... ele tem um estilo próprio para seus games que fica inconfundível... não vejo a hora de jogar The Last Guardian...
Rafael Machado de Souza
esse é meu maior medo quanto a um Half Life 3
Diogo Ramos Gutierre
De verdade, não entendo a paixão por protótipos. O que foi apresentado era um rascunho e após isso mais nada foi apresentado. Me faz relembrar o Duke Nukem Forever. Foi apresentado, não saia do papel, e a galera criou um mito sobre algo que nem existia. E no final deu no que deu. Estes são apenas protótipos, o jogo final pode nunca existir como pode ser outro completamente diferente. Ou seja, estão querendo tanto algo que nem sabem o que é na realidade.
Junior Mesquita
Lembro de ter visto o trailer do jogo em 2011, e foi uma explosão de cabeça incrível Espero que seja lançado logo/antes de morrer