Início » Arquivos » Jogos » Amazon lança sua própria PlayStation Network Store e vende jogos por download

Amazon lança sua própria PlayStation Network Store e vende jogos por download

Por

Recentemente, a Sony anunciou a chegada ao Brasil da PlayStation Plus, seu principal serviço de vendas de jogos digitais. Conhecida por distribuir títulos com preços mais acessíveis e dar gratuitamente aos assinantes games do PlayStation 3 relativamente recentes, dificilmente a Plus teria algum concorrente à altura. Certo? Agora, talvez tenha.

A Amazon, loja virtual conhecida e amada por muitos por seus preços bastante amigáveis, seu excelente atendimento e a parte amor de enviar mercadorias ao Brasil, lançou nesta terça-feira (12) a Amazon PlayStation Network Store, um meio alternativo de venda de jogos para PlayStation 3, PlayStation 4 e PlayStation Vita.

psn amazon

Por enquanto, o serviço só está disponível para contas norte-americanas, e caso você já tenha uma, basta entrar no site, escolher seu jogo, pagar, esperar o envio de sua chave e fazer o download. Lançamentos como Assassin’s Creed IV: Black Flag, Batman: Arkham Origins e Battlefield 4 já estão disponíveis na lojinha, e a compra desses e outros títulos selecionados dão ao consumidor o direito de US$ 5 em créditos na PSN. Caso sua conta seja brasileira ou de qualquer outro lugar do mundo, não se desespere, apenas aguarde. Mas, se você não for muito paciente, consiga um endereço na America do Norte e crie outra conta, por que não?

Por enquanto, os jogos do PlayStation 4 ainda estão fora do catálogo, mas nada que não deva ser resolvido em breve, antes do lançamento do console, no dia 15 de novembro (sim, em dois dias estaremos oficialmente com os dois pés na nova geração!).

“Mas por que eu deveria estar animado com isso?”, você me pergunta. A resposta é bem simples: diversidade de opções. Nós já conhecemos a Amazon há tempo o suficiente para saber que eles adoram promoções e fazem o possível para deixar seus consumidores felizes. A Sony, por outro lado, não deverá permitir que todos os seus clientes simplesmente migrem para outro serviço, e isso gera uma competitividade interessante para o mercado. Quem deve se sair bem com isso somos nós, jogadores, que ficamos no meio desse fogo cruzado de ofertas.