Se engana quem pensa que a festa dos joguinhos no final do ano se encerra com a Brasil Game Show. Semanas após o fim da feira nacional, os amigos da Califórnia estão realizando a BlizzCon, um evento voltado para novidades da nossa querida e adorada Blizzard.

Caso você não tenha tido tempo (ou grana) para comprar o ingresso virtual, que disponibiliza o stream dos dois dias da feira (8 e 9 de novembro), daremos uma breve resumida do que aconteceu por lá.

Como sua linha de jogos não é muito extensa, as novidades da Blizzard nunca são muitas, mas são sempre significativas dentro de si. Após dois anos sem realizar grandes conferências, a produtora chegou com tudo, anunciando uma nova expansão para World of Warcraft: Warlords of Draenor, embora ainda sem data de lançamento prevista, já teve um breve resumo de sua história apresentado aos fãs, que também puderam assistir à sua cinematic.

Ao contrário de Mists of Pandaria, última expansão lançada para o jogo, em Warlords a ambientação não será muito amigável: a região explorada desta vez será Draenor, antigo mundo dos Orcs que originou Outland. Com a possibilidade de voltar no tempo, teremos (porque é claro que agora todos nós consideramos fortemente voltar a jogar WoW) de viajar para uma realidade paralela com a ajuda de Garrosh Hellscream, o ex-warchief da Horda, com o intuito de impedir que os Orcs bebam o sangue amaldiçoado de Mannoroth.

Além do conteúdo sempre muito rico, já de praxe, que incluirá novas dungeons, quests e áreas, além do aumento do level máximo de 90 para 100, também foi prometida uma melhoria visual em todo o conteúdo do jogo. Não se desespere caso seu computador seja d’O Milhão, pois os desenvolvedores da Blizzard já garantiram que o World of Warcraft continuará sendo o mais acessível possível.

Mas nem só de WoW foi pautada a BlizzCon. Heroes of the Storm, o novíssimo MOBA da produtora também foi comentado. Sim, uma espécie de DotA 2 ou League of Legends, mas com personagens conhecidos de suas franquias, como Jim Raynor e Sarah Kerrigan, de StarCraft, Arthas e Thrall, de Warcraft, Diablo (de… Diablo), entre outros. As inscrições para o teste beta do jogo já estão abertas e você pode correr para se cadastrar aqui.

E por falar em Diablo, Reaper of Souls, a primeira expansão para a terceira versão do RPG, ganhou um trailer com a demonstração de algumas de suas novas funcionalidades. Os conteúdos trarão ao game um novo ato, novos inimigos, novas regiões e uma nova classe, o Cruzado. Reaper of Souls deve ser lançado em 2014, e além da versão para PC, também ganha uma edição para o DIablo III de PlayStation 4.

No mais, a Blizzard me magoou por ter deixado StarCraft 2 e detalhes sobre a expansão Legacy of the Void de lado (sem contar a final do campeonato mundial do jogo), mas deixou muita gente feliz anunciando a versão oficial de Hearthstone: Heroes of Warcraft, para dezembro deste ano. Para quem conhece o histórico da desenvolvedora de produções que duram anos, é de se espantar que um jogo seja lançado no mesmo ano de seu anúncio.

E pra terminar, o recém-ressurgido das cinzas Blink-182 fez com que todo mundo se recordasse dos tempos áureos da adolescência em um show de mais de uma hora na festa de encerramento do evento. Não me julguem, mas meu eu de 14 anos aplaudiu por dentro.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

giovanniportogp
não acredito que esse jogo vá ficar para trás não mesmo ter demorado um pouco para lançar, pq quem curte moba mesmo sabe que o estilo do jogo é viciante e a blizzard uma empresa gigante que tem um bom repertório de jogos e além do mais os jogos sempre produz jogos maravilhosos e ainda vem dublados e traduzidos (excelente) e também a blizzard tem um jeito único de produzir jogos como ninguém eu com certeza deixaria de jogar dota 2 por causa do heroes of the storm que vai ser show de bola!! esperando ancioso!!! uhuuu gogo blizzard!!
mathewscsmotta
Blizzard cutucando a Valve colocando hero com nome de WISP em 3..2...1...
Filipe Pachêco
Hearthstone nao vai ser lançado em dezembro. em dezembro começa o OpenBeta. o jogo é prometido para segunda metade de 2014.
mathewscsmotta
Chegou atrasado mas é bem interessante esse MOBA da Blizzard. Misturaram o conceito do super smash bros para criar o heroes do jogo, interessantíssimo! Mas tem muitos fatores ainda aí... A quantidade de heroes tem que ser alta, não adianta lançar o game com 30 heroes, então dou 100% de chance de que personagens do dota 1 serão usados, e provavelmente eles vão escolher primeiro aqueles que a Valve não teve direito dos nomes, só pra cutucar mesmo, tipo "IO" ou "Timbersaw"... Agora, até esse moba consolidar, até o jogo ficar equilibrado, até tudo ficar nos eichos, dou uns bons 3 anos aí. Jogar o MOBA na fase beta é 99% de chance que vc vai achar build realmente overpower que com certeza vão nerfar, então pra que jogar o jogo antes de sair do beta? O Dota 2 mesmo já modificou o jogo para acertos no equilíbrio tantas vezes que dá dó... Falta só ver se os heroes serão pagos(no estilo LOL) ou gratuitos(no estilo Dota2)... Eu sinceramente só acho que o LOL tem fama porque é mais colorido, amigável e porque vc pode ter um hero que alguém pode não ter se não gastar tanta grana no jogo... Por isso tem muito mais crianças no LOL do que no DOTA2, mas hoje os jogadores de MOBA novos estão começando no Dota 2 por ser gratuito(nem vem com essa de LOL gratuito, 3 champions/semana chega a ser uma piada )
trovalds
Renata, a expansão do WoW tá descrita errada. Não vou colocar detalhes, só o link: Melhor detalhado aqui: http://wowgirl.com.br/2013/11/09/warlords-of-draenor-evento-de-pre-expansao-voltando-ao-portal-negro/ E aqui quem vai guiar cada facção na volta ao tempo: http://us.battle.net/wow/pt/blog/11473826/Warlords_of_Draenor_-_As_Aventuras_de_90_a_100-08_11_2013
diego oliveira
Pela que esse MOBA da Blizzard demorou pra sair, o Dota2 já está consolidado entre os jogadores d Dota1 e quem é novo em MOBA curte o LoL, vai ser difícil para eles.