Início / Arquivos / Telecomunicações /

Huawei promete investir US$ 600 milhões no desenvolvimento das redes 5G

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Cobertura 4G ainda é novidade em inúmeros lugares (e não é só no Brasil, diga-se de passagem), mas já há cada vez mais discussões sobre o desenvolvimento de redes 5G. A chinesa Huawei, por exemplo, anunciou nesta semana investimentos na ordem de US$ 600 milhões pelos próximos cinco anos para promover avanços na tecnologia.

Ainda não há qualquer tipo de especificação técnica determinada para as redes 5G, por isso, o montante será utilizado inicialmente para ajudar a definir os padrões da tecnologia. Frequências a serem utilizadas e arquiteturas com suporte a grandes volumes de dados estão entre os focos da companhia.

antena_celular

A questão do volume de dados é, sem dúvida, o aspecto mais importante. Apesar de ainda não haver qualquer definição oficial, parece existir um consenso na indústria de fazer com que as redes 5G suportem até 10 Gb/s (contra 100 Mb/s do 4G). Difícil? Talvez, mas a operadora japonesa NTT DoCoMo, outra companhia que está investindo pesado na tecnologia, conseguiu alcançar esta velocidade em testes realizados no início de 2013.

Uma taxa de 10 Gb/s pode parecer exagero, mas a previsão é a de que as primeiras redes 5G entrem em funcionamento por volta de 2020, quando o número de dispositivos online em tempo integral será gigantesco. Lembra da tal “internet das coisas”, que prevê que até a sua cafeteira esteja conectada à internet? Pois é.

Diante do potencial da quinta geração de redes móveis, não é de se estranhar que o número de empresas interessadas no assunto só aumente. Além de Huawei e NTT DoCoMo, gigantes como Samsung e Telefônica estão entre as companhias que já direcionam esforços — e dinheiro — no desenvolvimento da tecnologia.

Com informações: ZDNet