Entre os vários anúncios da Apple feitos hoje no Yerba Buena Center for the Arts, em San Francisco, Estados Unidos, não há dúvidas de que os destaques ficaram para a quinta e finíssima geração do iPad, o modelo Air, e para a tão aguardada nova versão do iPad mini, que finalmente passou a contar com tela Retina.

iPad Air

Conforme previam os rumores, a nova versão do iPad ficou bem mais parecida com o iPad mini, especialmente por passar a ostentar bordas mais finas. Mas o seu atrativo é a espessura substancialmente menor, caindo de 9,4 mm (no iPad de quarta geração) para 7,5 mm, além do peso reduzido de 650 gramas para cerca de 450 gramas. Trata-se, provavelmente, da mais expressiva “repaginação” que a linha já recebeu em relação ao design e à ergonomia. ipad air No que diz respeito à tela, a Apple preservou o tamanho de 9,7 polegadas e a tecnologia Retina, é claro, deixando o dispositivo com a resolução de 2048 x 1536 e 264 pixels por polegada.

Em relação ao processador, houve uma interessante, mas também esperada evolução. O iPad conta agora com o chip dual-core A7 de 64 bits (e não com um suposto A7x, conforme os burburinhos) acompanhado do coprocessador de movimentos M7, tal como acontece no iPhone 5s. Segundo a Apple, isso faz com que o iPad Air tenha desempenho até oito vezes maior que o primeiro modelo da linha e até 72 vezes mais potência gráfica.

No mais, o novo iPad conta com dois microfones, câmera Facetime HD com pequenas melhorias, Wi-Fi 802.11n com tecnologia MIMO (até duas vezes mais rápido que o Wi-Fi “normal”) e 4G LTE com suporte estendido a mais frequências, indicando inclusive compatibilidade com as redes brasileiras.

A bateria continua com autonomia estimada em 10 horas. A câmera iSight recebeu alguns pequenos incrementos, como melhor captação de luz por parte do sensor e gravação de vídeos a 1080p, embora permaneça tendo 5 megapixels (para um tablet, está ótimo). Nas opções de cores, somente prata com branco e preto com cinza “espacial”, nada de versão dourada ou tonalidades mais chamativas.

Preço? Nos Estados Unidos (e em alguns outros países privilegiados), o iPad Air começa a ser vendido em 1º de novembro deste ano, com preço inicial de US$ 499 para a versão de 16 GB ou US$ 629 nas unidades com Cellular (3G/4G). Curiosamente, o iPad de segunda geração continua sendo comercializado, com preço inicial de US$ 399, mas os demais modelos, não.

Como de praxe, o Brasil não está na lista de primeiros países a receber a novidade, mas o Tecnoblog te manterá informado quando isso acontecer, é claro 😉

iPad mini de segunda geração

Convenhamos: era esperado que o iPad mini tivesse tela Retina desde a primeira versão, lançada há quase um ano. Bom, antes tarde do nunca: o novo pequeno notável da Apple mantém a tela de 7,9 polegadas, mas agora conta com resolução de 2048 x 1536 pixels.

As suas demais especificações são quase as mesmas do iPad Air: processador A7 de 64 bits, Wi-Fi com MIMO, 4G LTE expandido, câmeras melhoradas e assim por diante. Não deixa de ser lógico: para aproveitar melhor o desempenho do iOS 7 e, em especial, a tela Retina, o dispositivo precisa mesmo de um hardware mais avançado.

O novo iPad mini manteve a espessura de de 7,5 mm, mas ficou ligeiramente mais pesado que o modelo anterior (a partir de 308 gramas), tendo agora cerca de 33o gramas ou, no caso dos modelos com 3G/4G, 340 gramas.

ipad mini retina Também disponível a partir de novembro (a Apple só não revelou o dia), o novo iPad mini virá nas cores prata com branco e preto com cinza espacial, tal como o iPad Air. Seu preço inicial é de US$ 399 dólares na versão com 16 GB de capacidade. O primeiro modelo da linha permanecerá sendo vendido, com valor inicial de US$ 299.

Como você já deve ter imaginado, a Apple também não forneceu previsão de lançamento do novo iPad mini no mercado brasileiro.

Smart Covers e Smart Cases

Tim Cook e companhia também apresentaram versões das Smart Covers e Smart Cases específicas para os novos tablets, mas nada muito sofisticado, como apontavam alguns rumores. As primeiras custam cerca de US$ 39, enquanto que os Smart Cases, feitos de couro, saem por US$ 79 no caso do iPad Air e US$ 69 em relação ao iPad mini.

Smart Cover iPad Air