Início / Arquivos / Celular /

LG G2, com tela de 5,2 polegadas e Snapdragon 800, entra em pré-venda no Brasil por R$ 1.999

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Sem grandes anúncios, a LG começou a distribuir no varejo brasileiro o LG G2, novo smartphone topo de linha com tela de 5,2 polegadas e chip Snapdragon 800 que chega para brigar com outros aparelhos caros, como Galaxy S4 e iPhone 5s. As lojas nacionais já iniciaram a pré-venda do smartphone, que pode ser comprado por R$ 1.999.

Na ficha técnica, o LG G2 não deixa a desejar: tem processador quad-core Snapdragon 800 de 2,26 GHz, 2 GB de RAM, tela IPS LCD de 5,2 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels, 16 GB de armazenamento interno (sem entrada para cartão de memória), câmera de 13 MP com estabilização ótica e bateria de 3.000 mAh. Ele suporta o 4G brasileiro e roda Android 4.2.

lg-g2

A LG deu bastante destaque ao corpo compacto quando anunciou o G2 lá fora: apesar de possuir uma tela de 5,2 polegadas, ele possui 70,9 mm de largura, o que não é muito quando comparamos com Galaxy S4 (69,8 mm), Lumia 920 (70,8 mm) e Nexus 4 (68,7 mm), que possuem telas menores. Não há botões físicos na parte frontal e nem lateral: os botões de volume e liga/desliga ficam na traseira, próximo à lente da câmera.

Diferente do que aconteceu com outros smartphones topo de linha da LG, o G2 chegou incrivelmente rápido ao Brasil: do anúncio oficial até agora se passaram pouco mais de dois meses, bem menos que o período de seis ou até oito meses que a LG costumava demorar para lançar seus produtos mais caros no país. E pelo hardware, ele parece ser uma opção bem interessante entre os high-end.

O LG G2 já pode ser encontrado por R$ 1.999 em diversas lojas online brasileiras, incluindo Ponto Frio, Submarino, Walmart, Magazine Luiza e Fast Shop. Algumas oferecem desconto para pagamento no boleto, o que faz o preço cair para menos de R$ 1,8 mil. Ele deverá ser entregue aos compradores a partir do dia 26 de outubro.

Dica do Mauricio Oliveira. Obrigado!