Este é o tipo de iniciativa que merece ser aplaudida em pé. A divisão Japonesa da Sharp, junto com a cidade de Sakai, e a empresa de eletricidade Kansai, estão planejando a construção de duas grandes centrais de geração de energia solar. Uma delas produzirá 10.000KW de energia, enquanto que a outra poderá produzir até 18.000KW!

Com essa iniciativa, a estimativa é que mais de 10 mil toneladas de gás carbônico (CO2), deixem de ser emitidos na atmosfera anualmente.

A construção das centrais deve acontecer em 2010, e o início das operações em 2011. O custo total para a construção destas centrais, será algo em torno de 46,5 milhões de dólares (cerca de R$75 milhões).

Parece muito dinheiro, mas quais os custos para construção de uma usina termoelétrica, por exemplo? Sem falar em todos os benefícios ambientais.

Talvez seja um pouco cedo para adotarmos esta tecnologia em massa, visto que ela vem se aperfeiçoando bastante nos últimos anos, e principalmente, se tornando mais acessível. Mas é muito bom ver a atual maior potência mundial, dando este ótimo exemplo.

Ainda sonho com o dia em que os carros usarão motores elétricos. As concessionárias venderiam um kit com um painel solar, que poderia ser instalado no quintal de nossas próprias casas.

Durante o dia, você usa seu carro, e o painel recarrega uma bateria. Durante a noite, você pluga o seu carro na bateria, e o reabastece para o dia seguinte. Simples e eficaz, não?

Essas e outras idéias seriam perfeitas, não fosse as grandes corporações. Afinal, as petrolíferas sobreviveriam como?

via: CrunchGear | Engadget

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fernando
ola thiago tava navegando e " aportei" por aki rsss legal este blog, tem muito a ver comigo gosto deste tipo de tecnologia solar e eolica , bom brasil nao tem sol e nem vento , portanto pulemos este topico rsssss vc sabia q na alemanha (preciso ver onde li o artigo) o governo da de graça e incentiva o uso de paineis solares, bom o consumidor nao vai mais gastar com energia eletrica ( se gastar é minimo) e , pasmem, o excedente, isso mesmo o governo " compra" de volta rsssss, bom e depois dizem que aki sediara as olimpiadas de 2016 rssssss me poupe rssssss abraços!!!! e se kezer add ai no email
Igor Schreiber
Complementado o autor em questões de números 75 milhoes de reais é pouco, aqui em manaus, uma obra que está sendo feita com recurso federal, vai sair 25 milhoes, isso é só a estação de tratamento, tem a captação, e os 20 resevatórios que não estão neste número. Esta obra é para suprir o abastecimento somente da zona leste da cidade. Em suma, vai custar muito mais resolver o problema da água de uma zona de uma cidade de 2 milhoes de habitantes do que esse painel solar. Outra coisa, eles estão fazendo isso, porque houve um avanço recente na pesquisa de célula fotoelétrica, se não me falha a memória, foi a Mitsubichi que criou essas novas células, no site da Mitsubichi tem a venda, caso alguém queira colocar um painel em casa, eu quero, 400 reais de luz todo mes? é melhor ser independente! :)
victor
exelente este projeto
João Mauricio
Vamos olhar pra nossa gente? http://blogs.diariodonordeste.com.br/egidio/economia/taua-tera-mesmo-usina-de-energia-solar/ Abraços!
Thiago Mobilon
@Thássius V’: Pequeno errinho de interpretação. Já corigi ;)
Hideki
muito boa a idéia, só esses japoneses mesmo para dar um bom exemplo e andar sempre na frente. o japão é a maior economia hoje no mundo? se for não sabia...
Thássius V'
Resta saber quantas pessoas serão atendidas por essas centrais de energia solar. É o Japão, mais uma vez, fazendo da tecnologia uma forma de ajudar na sustentabilidade do planeta. PS: Mobila, emissão de CO2 geralmente é calculada em toneladas, e não quilos.
Thiago Mobilon
@Veronica: Seja bem vinda, querida. =)
Veronica
Oi! Legal esse teu espaço! Gostei!!!! Voltarei!!!
Thiago Mobilon
@Diego Kober: Uma excelente observação, você fez agora. E olhe que no caso do petróleo, dá para continuar consumindo ele, sem ter que usá-lo como combustível. Tem petróleo até no chiclete que mastigamos!
Diego Kober
"Essas e outras idéias seriam perfeitas, não fosse as grandes corporações. Afinal, as petrolíferas sobreviveriam como?" Sempre que uma tecnologia nova é criada, com propósito de melhorar a situação já crítica do nosso planeta, vem um nicho chorar que vai acabar com o negócio deles. Não é a primeira vez, e não será a ultima. Mas o que essas pessoas não percebem, é que sempre algum mercado vai perder com a adoção de uma melhoria, mas a humanidade como um todo vai sair ganhando.... Mas é muito mais facil pensar no seu bolso, no que como o planeta estará quando seus netos estiverem respirando oxigênio ácido.
fore
Quanto mais o tempo passa, o território japonês cresce mais? Não é a primeira vez que eu vejo uma construção que parece ser uma ilha artificial, construída para ter espaço físico em terra...
Felipe Rios
Sabe o que é melhor. Com um um País importante investindo pesado nisso a tecnologia avança bem mais. Temos aí uma boa possibilidade no avanço da pesquisa usando matrizes poliméricas por exemplo. Por enquanto o silício, pelo conhecimento extenso sobre fabricação de dispositivos com ele (conseguindo melhores rendimentos também), e outras matrizes inorgânicas ainda reinam absolutos.