Início » Arquivos » Jogos » Um alemão criou uma gambiarra para que você jogue online com seu Super Nintendo

Um alemão criou uma gambiarra para que você jogue online com seu Super Nintendo

Avatar Por

Beirando a nova geração em que chegarão PlayStation 4 e Xbox One, com a iminência de um novo console da Valve e tantas outras empresas entrando no ramo dos videogames, a gente quase se esquece da era de ouro, lá atrás, quando o Super Nintendo figurava em 10 de 10 listas para o Papai Noel, certo? Errado.

Mesmo com tanta tecnologia chegando por aí, jogadores “retrô” criaram uma forma de trazer para os tempos atuais seu console mais adorado. E foi com uma gambiarra digna de MacGyver que Michael Fitzmayer, um programador alemão, deu um jeito de conectar o SNES à internet, criando uma espécie de multiplayer virtual para o bichinho.

907470Wikipedia_SNES_PAL

É isso mesmo. Nada de emuladores, você só vai pegar seu console dinossauro e conectá-lo à rede. O SNESoIP, como é chamado o esquema, consiste em um adaptador que captura os dados enviados pelo controle do videogame para o do outro jogador, por meio da internet.

O processo mais detalhado está descrito no arquivo compartilhado no GitHub, onde você também encontra a “receita” de como fazer seu adaptador em casa.

Por se tratar de um projeto Open Source, o SNESoIP pode ser baixado e modificado por qualquer pessoa, sendo completamente gratuito. Mesmo assim, é claro que o desenvolvedor não negará a bem-vinda ajuda de quem quiser colaborar para o aprimoramento do sistema, e está aceitando doações pelo PayPal.

O projeto também aceita interessados no desenvolvimento, e os planos futuros do programador envolvem versões do adaptador para o Gameboy Classic e o Super Gameboy.

Se você ficou com vontade de jogar aquele Super Mario World maroto mas não possui o Super Nintendo por alguma infelicidade do destino, não chore: conheça também o SNES Box, um site que fará os jogos do SNES rodarem aí no seu browser, carecendo única e exclusivamente de que seu computador reproduza Flash. E também permite jogar com amiguinhos pela internet.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Andre Luis
PESSOAL ACABEI DE ACHAR UM SITE BRASILEIRO AONDE A GENTE PODE JOGAR OS JOGOS DO SUPER NINTENDO, GAME BOY, GAME BOY ADVANCE TUDO ONLINE. E MELHOR AINDA SEM PUBLICIDADE O PROJETO É DO ANDRÉ, O 1 PORTAL BRASILEIRO. QUEM TIVER INTERESSE ESTÁ AQUI O DOMÍNIO. WWW.NEWROMS.COM.BR Muito bom o site!
Marcelo Teodoro
ki piraaaaaaaaaaaa
Tales Cembraneli Dantas
é verdade, isso pode mesmo acontecer, a não ser q eles pensassem em uma latência programada, tipo, imagine um clock dentro deste dispositivo, quando vc resetasse o jogo, tambem resetaria o clock, e a cada evento do joystick, além de enviar esta informação pela net, vc enviaria também outra com um tempo de latencia programado (10milisegundos por exemplo), se este intervalo for maior que a latência real vc poderia programar para que os controles funcionassem simultâneos nos dois dispositivos. Isto criaria um delay nos comandos dos games, mas pelo menos garantiria a sincronia deles.
Daniel Neves
A nova geração já começou desde o ano passado. Pessoal gosta de ignorar a Nintendo hem
Daniel Neves
Lucas Azambuja é, o problema que é só o controle, mas o jogo tá rolando diferente... só serve pra jogo de luta.... mario world nem jogam ao mesmo tempo
Daladier Sampaio
Conheço esse style de escrver
Anakin Boladão
Fiquei com vontade de humilhar o magão com um brutality remoto, diga aí.
Anakin Boladão
Hahahahaha FODA!
@
Maurinei Cabral Miranda Claro que tem! Imagine um Mario Kart, onde a aleatoriedade de poderes é evidente... se eu pego um casco azul na minha casa não significa que na sua será o mesmo. Eventos aleatórios dos jogos não serão sincronizados, o que limita um pouco o uso... Mas não deixa de ser foda!
Daniel Simião
Dailton, Daladier
portela.thiago
na minha infância, essa sua afirmação geraria uma briga mto boa! hahahahahaha. É só golaço com o Alejo.. hahaha Alejo era craque!
Neuton Santana
ja achou aqui o melhor....
Jamis Casusa
Também pensei nisso. Mas mesmo que os consoles se resetem ao mesmo tempo, há o problema da latência da conexão e a eventual dessincronização que ocorre até nos emuladores
Maurinei Cabral Miranda
Não faz sentido o que tu falou.
José Paulo Neto
Ravel Braga Silva Prata
Exibir mais comentários