Arquivos Negócios

Ballmer chama o Google de “monopólio” e afirma que Microsoft é a única tentando competir com ele

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O presidente global da Microsoft afirmou durante um encontro com analistas nesta quinta-feira (19) que o Google é um “monopólio”. Sim, com todas essas letras, Steve Ballmer disse que a conduta do maior buscador do mundo merece ser discutida pelos órgãos reguladores e com as autoridades que incentivam a competição no mercado.

“Nós somos os únicos caras do mundo tentando” combater o Google, ele disse depois quando perguntado sobre o campo das pesquisas na internet. Quem acompanha tecnologia pode se surpreender… Sério mesmo que o presidente daquela que já foi a toda poderosa do mundo da tecnologia está se lamentando das dificuldades em inovar e manter-se competitivo?

Então fica assim: a gente se encontra em outra ocasião (foto: divulgação / Microsoft)

Mas Ballmer, que deve se aposentar em breve, tem um ponto. Claro que ele advoga em favor próprio, porém isso não faz dele um lunático. O Google é investigado nos Estados Unidos justamente pelas práticas comerciais. A câmara de comércio de lá acompanha de perto os lançamentos do buscador. O equivalente ao Cade brasileiro já convocou inúmeros executivos para prestar esclarecimentos – e daí por diante.

Na Europa também: a Microsoft, a Nokia (cuja divisão de celulares foi adquirida pela MS) e outros fabricantes foram à Justiça contra o Google alegando que o campo das pesquisas não é justo.

Ballmer não se furtou de falar do recente caso do aplicativo de YouTube feito por empregados da Microsoft para colocar na lojinha do Windows Phone. “Eu acredito que eles carecem de pressão das autoridades”, segundo o presidente. Ballmer acrescentou que o Google também vive sem a pressão do mercado. Como você bem sabe, o Google pediu para tirarem do ar. Ele quer que o software seja baseado em HTML5, ainda que os apps oficiais não sejam com essa tecnologia. Por sua vez, a Microsoft diz que é impossível realizar tal feito.

Embora estivesse em um encontro com analistas, o tipo de gente que entende – ou deveria entender – o mercado, o sucessor de Bill Gates como CEO disse que é complicado competir quando as empresas “tem algoritmos da mesma qualidade”, mas o Google consegue uma escala muito maior, o que leva a ganharem mais dinheiro, o que por consequência permite à turma de Mountain View pagar pela distribuição em gadgets da Samsung ou da Apple.

Previsão do tempo no Bing

Previsão do tempo no Bing

Nesta semana o Bing apresentou novidades bastante interessantes, inclusive uma nova marca. Estão indo para cima do Google. Eu confesso que não sei o que acontece, mas parece que as pessoas simplesmente não querem dar uma nova chance à Microsoft. Enquanto isso, o Google abocanha 67% das pesquisas nos Estados Unidos. Dá pra chamar isso de monopólio?

Vale lembrar que a dança das cadeiras no mundo da tecnologia foi assunto do TB Cast. Dê play abaixo para escutar:

Com informações: The Verge

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque