Início / Arquivos / Celular /

Samsung promete processadores de 64 bits nos próximos smartphones

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Uma das novidades do iPhone 5s é o processador A7, que a Apple orgulhosamente apresentou como sendo o primeiro chip de 64 bits num smartphone. Como prevíamos, a Samsung não ficaria calada: a sul-coreana anunciou que a sua próxima geração de smartphones também acompanhará a evolução.

Em entrevista ao Korea Times, JK Shin, o chefe da divisão de dispositivos móveis da Samsung, afirmou que acompanhou a cobertura da imprensa sobre o anúncio dos novos iPhones e acrescentou que “os próximos smartphones terão capacidade de processamento de 64 bits”, apesar de dizer que os aparelhos não serão lançados no curto prazo.

iPhone 5s: primeiro smartphone com chip de 64 bits (Foto: TechCrunch)

Mas para que serve um processador de 64 bits num celular? Este artigo do CNET cita algumas implicações dessa transição. A intenção não seria melhorar o desempenho, mas sim se preparar para o futuro. O hardware precisa evoluir primeiro para que os softwares façam o mesmo. Também há a questão da barreira dos 4 GB de RAM, que cedo ou tarde será ultrapassada, especialmente nos iPads. E, para a Apple, isso facilitaria a possível transição dos Macs para a arquitetura ARM, como apontado por um antigo rumor.

A migração para os 64 bits também é algo natural porque esta é uma das novidades da arquitetura ARMv8, que traz melhorias de desempenho e várias outras mudanças, como as instruções de criptografia embutidas, que podem diminuir o consumo de bateria em alguns casos, e a capacidade de lidar melhor com operações matemáticas mais complexas.

Além da Samsung e da Apple, outras empresas licenciaram a nova arquitetura, como Qualcomm, Nvidia e AMD (que já anunciou chips ARM de 64 bits para servidores). Os chips Cortex-A53 e Cortex-A57, que são baseados na arquitetura ARMv8 e suportam instruções de 64 bits, em breve estarão sendo produzidos em massa, então espere por eles no Galaxy S5 ou qualquer outro smartphone caro lançado no futuro.