Início » Arquivos » Internet » Com o Google Helpouts, você poderá oferecer ou contratar ajuda via videoconferência

Com o Google Helpouts, você poderá oferecer ou contratar ajuda via videoconferência

Emerson Alecrim Por

Você acaba de realizar o sonho (se não seu, dos seus pais) de morar sozinho, mas descobre que cozinhar é mais difícil do que aparenta. Você pagaria para um chefe de cozinha te ajudar com algumas dicas para iniciantes via videoconferência? Pois é exatamente esse tipo de serviço que o Google quer possibilitar ao oficializar o Helpouts.

Inspirada no Hangouts (ou em outros serviços de ajuda via streaming), a ideia aqui é permitir que você entre em contato com experts (ou que seja um) em determinados assuntos por meio de videoconferência para receber aulas, dicas, conselhos e qualquer outro tipo de orientação por meio da plataforma. A principal diferença para os Hangouts é que no Helpouts o expert pode definir se as suas sessões serão gratuitas ou pagas.

Google Helpouts

Para que você possa encontrar facilmente o tipo de especialista que precisa, o serviço está organizado em categorias:

  • Casa e jardim;
  • Computadores e eletrônica;
  • Saúde e aconselhamento;
  • Nutrição e boa forma;
  • Moda e beleza;
  • Arte e música;
  • Cozinha;
  • Educação.

Dá para vislumbrar boas oportunidades de negócio aqui. Cada especialista cria uma página em que descreve seus serviços, suas qualificações e quais materiais os “alunos” irão precisar. Sendo criativo e tratando de assuntos interessantes, as chances de atrair público aumentam bastante.

As videoconferências pagas podem ser tarifadas por minuto ou por sessão. Independente da escolha, o Google ficará com 20% do valor cobrado, o que não deixa de ser justo, convenhamos. As cobranças são feitas via Google Wallet.

O único problema é que o Helpouts, no atual estágio, é um serviço fechado para testes. Se você quiser participar, deve visitar o endereço helpouts.google.com para se cadastrar e aguardar um convite.

Não está claro quão criterioso o Google será na aceitação de experts, mas quem quiser oferecer seus serviços via Helpouts certamente deve se preocupar em fazer uma boa descrição e, claro, falar a verdade: a empresa sabe que qualidade duvidosa pode queimar facilmente o serviço.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ismael Guimarães
Eu não acredito que a qualidade duvidosa possa queimar nada. Eu acredito é que para tudo há bons e maus profissionais mas todos têm o direito de trabalhar. Veremos como será o sistema de pagamento. Isso sim é um grande desafio pois o Google Wallet ainda está um pouco parado.
Tecnodroid
A ideia é boa. Espero que o serviço seja bem utilizado. a propósito, no momento o link na matéria está quebrado, está apontando para um endereço interno...o endereço correto é http://helpouts.google.com abraço