A série Star Trek mostrou, lá nos (ou desde os) anos 60, vários gadgets e tecnologias que, atualmente, têm uma versão na vida real. O mais aguardado de todos provavelmente é o teleporte e, graças a uma conquista do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH), estamos um pouco mais perto de ter isso também.

Os cientistas do ETH conseguiram fazer o transporte de 10 mil bits por segundo entre dois pontos sem utilizar um caminho; os dados viajaram 6 milímetros de distância sem utilizar um caminho físico. Isso já havia sido feito antes, mas essa foi a primeira vez que ocorreu de forma consistente.

A explicação é um pouco complicada e, como utiliza conceitos de física quântica, que não são muito populares, pode ficar meio confusa.

Neste teste, foram utilizados três circuitos eletrônicos micrométricos baseados em estado sólido, dois para o envio de dados um para recepção, dentro de um chip de 7 mm x 7 mm. Este foi submetido a uma temperatura próximo a -273,15 °C – conhecida como zero absoluto, que até pouco tempo era considerada a temperatura mais baixa possível.

Bem me up, Scotty!

Beam me up, Scotty!

Com isso, os elétrons, que normalmente carregam as informações nos circuitos fisicamente, passaram a se comportar de acordo com as leis da física quântica quando uma corrente foi adicionada aos circuitos: os de envio se emaranharam de certa forma com os de recebimento, compartilhando estados quânticos idênticos. Ao medir as informações do receptor, ficou a comprovação de que a informação havia sido teleportada de um ponto ao outro.

O próximo passo do ETH no estudo é aumentar a distância gradualmente e não há planos de tentar transportar matéria. Ou seja, ainda não é suficiente para levar pessoas de um planeta a outro (ou comida do estômago para o espaço), mas já é alguma coisa. 😉

Com informações: Mashable

Colaborou: Emerson Alecrim

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

LeonardoAlle
Em breve não terá mais ping alto
Edgar Ferreira Jr
Vai quebrar a aviação, rapaz!
Mauricio Feler Mateus
Mesmo q só conseguirmos o transporte de dados, imagine sondas espaciais que consigam se comunicar em tempo real com o controle da missão? Essas sondas poderiam ser controladas, à distância, facilitando aterrisagens, explorações, etc.
Maxwel De Oliveira Figueiredo
Henrique Bonfim - A citação descreve um evento de deslocamento instantâneo de uma pessoa de ponto a outro. Acredito que é justamente o que o texto está tratando...Agora só porque o ocorrido é descrito pela Bíblia você ficou "chateadinho". Independente de questões religiosas o livro é recheado de registros históricos, princípios de vida e elementos dão a ciência pistas sobre a realidade, assim como como a sabedoria popular que por vezes oferece uma direção para investigações.
Sandro Alves de Souza
Eles só precisam explorar mais o efeito dos elétrons pareados. Se você aproxima bastante dois elétrons, eles ficam sincronizados, ou seja, ficam girando no mesmo sentido, ou seja, sincronizam o "spin". Depois disso, não importa a distância em que eles estão. Pode colocar um em uma galáxia e o outro em outra. No momento em que você inverter o sentido do spin (giro) de um desses elétrons (via magnetismo, por exemplo), o outro, independente de onde esteja, inverterá também no mesmo momento, mantendo sempre a sincronização. Isso permite a criação de um modem universal. Sem qualquer limite de distância, sem cabos, sem qualquer tipo de rede que nós atualmente conhecemos. Ainda não sabemos a causa física desse efeito, mas já se sabe como fazê-lo, e é questão de tempo começarem a utilizá-lo para transmissão de dados.
Lucas Ferreira
Karina já pensou teleporte Rib Pinhal a Cambara? kk
Henrique Bonfim
O que é q a bíblia, o evangelho e todos os outros deuses possíveis tem a ver com esse post. Putz! Um post sobre tecnologia e ciência!! Sempre tem um chato pra falar de deuses, evangelhos e etc. Acorda, até quando suas vidas serão regidas por contos de fada??!!
Maxwel De Oliveira Figueiredo
Curiosidade # 3 - Na bíblia, livro de Atos Cap 8 verso 26 ao 40, Filipe após ter uma conversa com um oficial da Etiópia que estava lendo o pergaminho do livro de Isaías, simplesmente desaparece diante dos olhos daquele homem e aparece na cidade de Azoto e continua sua caminhada.
Giovana Penatti
Legal :))
alsimoes
O teletransporte no universo Star Trek sempre levantou algumas questões filosóficas interessantes: Curiosidade #1: Esta tecnologia foi responsável pela erradicação completa da fome no planeta Terra. Todo ser humano tinha o direito a uma cota de comida grátis distribuida em Food Dispensers que eram na verdade máquinas de teletransporte que mantinham em seus buffers de memória pratos que eram materializados sempre que alguém queria comer. Como a comida desmaterializada ocupava apenas bytes em um banco de memória, o custo era apenas o custo do consumo de energia. Curiosidade #2: Há muitos questionamentos filosóficos, como por exemplo, considerar que toda vez que uma pessoa era desmaterializada ela morre, e seu corpo rematerializado é um outro corpo. Ficando a dúvida filosófica se a desmaterialização seria capaz de teletransportar a alma. PS: Fim do dia. Fim do trampo, um postzinho só pra relaxer. rsrs
Bruno Di Castro
Mas se você olhar pra eles ele ainda teleportam?
Ana Caroline Dias
Aí Clóvis Presotto, ainda resta uma esperança
Echo Fox
Olha ai Edgar Ferreira Jr , já pensou teletransporte RJ-PE?
Murdock
Seria o superpoder único que eu gostaria de ter.
Juan Lourenço
O entrelaçamento quântico entre partículas não interligadas é um dos conceitos mais bizarros que já vi e não entendi até hoje haha
Exibir mais comentários