Início » Arquivos » Gadgets » Toshiba lança a CELL TV: conversão para 3D em tempo real usando o mesmo processador do PS3

Toshiba lança a CELL TV: conversão para 3D em tempo real usando o mesmo processador do PS3

Avatar Por

E a nossa cobertura da CES 2010 continua,agora com a nova TV anunciada pela Toshiba, a CELL TV. Essa, definitivamente, não é só mais uma TV. Ela é uma TV com um processador CELL, o mesmo processador utilizado no PlayStation 3, o que possibilita à Cell TV explorar horizontes nunca antes tocados por TVs comuns.

A Toshiba diz que a Cell TV usa e abusa do processador para apresentar imagens melhoradas ao máximo, apresentando em 1080p “a mais clara imagem possível”, seja fonte em alta definição ou definição padrão. Como? Através de vários truquezinhos na manga, como um algoritmo que melhora as imagens provenientes da internet, sensores que automaticamente regulam a TV nos melhores ajustes (brilho, contraste, nitidez, gamma, saturação e temperatura de cor) de acordo com o ambiente que se encontra. E é claro que a tela de LEDs KIRA2, com seu contraste dinâmico de 9.000.000: 1, também ajuda.

A Cell TV também é preparada para tirar o máximo das imagens em 3D, e, quando elas não estiverem disponíveis, a Toshiba promete conversão em tempo real de qualquer imagen 2D para 3D. Se essa conversão vai ser tão boa quanto estão prometendo, porém, só o tempo dirá… (Será?)

E a TV ainda vem com aquela caixinha ao seu lado (ver foto), que é nada menos que uma set-top box que inclui um HD de 1TB, Blu-ray Disc player e conexão Wi-Fi no rápido padrão 802.11n. Isso permitirá acessar conteúdo da internet e do seu computador, além do Blu-ray, o que promete transformar a Cell TV em uma experiência completa e integrada de entretenimento para o lar.

A Cell TV estará disponível nos EUA “ainda esse ano”, e o preço não foi divulgado ainda — mas pode apostar que não vai ser nada barato.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Juarez Lencioni Maccarini
Obrigado Luiz, já foi corrigido pra "Blu-ray”. :-]
Luiz Claudio Eudes
pequena correção, é bluray e não blueray (; "isso permitirá acessar conteúdo da internet e do seu computador, além do Blueray,"