Início » Arquivos » Brasil » Primeira produção original da Netflix no Brasil terá Felipe Neto

Primeira produção original da Netflix no Brasil terá Felipe Neto

Com três capítulos de 30 minutos, A toca estreará no dia 9 de agosto

Paulo Higa Por

A Netflix afirmou em fevereiro que pretendia se tornar uma HBO antes que a HBO se tornasse uma Netflix, e passou a investir bastante em produções originais. Parece estar dando certo: House of Cards, lançado exclusivamente na Netflix, se tornou a série mais popular do serviço e recebeu indicações ao Emmy. Agora, o dinheiro chegou ao Brasil: a primeira produção brasileira da Netflix será estrelada por Felipe Neto e estreará nesta semana.

Baseado em The Office, A toca será uma série com apenas três capítulos de 30 minutos cada. O vlogger Felipe Neto diz ao jornal O Globo que a série terá formato de falso documentário e contará os bastidores de sua produtora, a Parafernalha. Todos os cerca de 30 funcionários da empresa interpretarão versões ficcionais de si mesmos e participação do programa, que será totalmente roteirizado.

netflix-felipe-neto

Para lançar a primeira série original da Netflix no Brasil, foram necessárias negociações longas, que duraram seis meses. Apesar disso, Felipe Neto conta que teve bastante liberdade para produzir A toca e não precisou nem mesmo enviar sinopses dos episódios para aprovação prévia pela Netflix. Algumas falas mais “pesadas” foram aceitas sem problemas.

Mas por que a Netflix escolheu Felipe Neto para a primeira produção original no Brasil? Aparentemente, os algoritmos do serviço influenciaram na decisão. Jonathan Friedland, executivo-chefe de comunicação da Netflix, diz que comédias licenciadas no país, como stand-ups de Danilo Gentili e Rafinha Bastos, além do programa Pânico, fazem bastante sucesso. Por isso, eles resolveram investir no humor nacional.

Saberemos mais sobre A toca a partir desta sexta-feira, 9 de agosto, data marcada para a estreia da série na Netflix.

Nós gravamos um episódio especial do Tecnoblog Podcast sobre empreendedorismo no mundo digital, que contou com a participação do Felipe Neto. Se você ainda não ouviu, aproveite para dar o play aí embaixo. Nosso estimado repórter Thássius Veloso está entrevistando o Felipe e terá mais informações em breve.

Atualizado às 12h29.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Orley Lima
UIASHASHUASIUASHIASUHIASUH http://i.qkme.me/3vexdh.jpg
Washington Valentin
Antes Felipe Neto do que Izzy Nobre!
YanGM
"...versões ficcionais de si mesmos..." Ficcionais, aham, ok.
Leandro Rafael
Prefiro o caue moura ou o mussomano
Almy Fróes
q trash =/
Douglas Ricardo Vieira
Prevejo que será uma merda.
Jeronimo Lopes
Porra.... esses executivos... poderiam produzir episódios especiais de Porta Dos Fundos né?
Rafael Marcon
Quando lançar vou assistir, tentando não desgostar previamente, apesar de não simpatizar muito com o trabalho do Felipe neto até agora. Entendo a lógica de apostar no humor agora, mas espero que produzam algum drama também, que no Brasil não faltam talentos para isso
TaylerPadilha
Ele interpreta bem, pena que é feio. Mas a maquiagem o salvará, mahwhahwhahwa!!!
Diogo Ramos Gutierre
Existem diversos trabalhos do cara para se basear. Lógico que pode ser bom, mas já existe uma imagem formada que da uma ideia do quanto pode ser bom ou ruim. Não é complexo nenhum.
Turdin
Tanta coisa boa e pegam o Felipe Neto? Putz.
Emmanuel Fotógrafo
Não sou patriota e não conheço muitos vídeos do Felipe Neto, mas é ter muito complexo de vira-latas falar mal de algo que nem foi lançado ainda... Leandro Hassum, por exemplo, é um merda² na Globo, mas no Teatro o cara é animal.
Diogo Ramos Gutierre
Triste. Não gosto dos vídeos dele. Sei que atrai muita gente, mas acho que começaram a investir por aqui com o pé esquerdo.
Kaique Melo
HP *o*
odiegoneves
Espero que alguém produza 3% ansiosamente
Exibir mais comentários