O Moto X foi apresentado ontem. Sua configuração é boa, mas vira coadjuvante quando outras características são mencionadas, como a possibilidade de trocar as cores da capinha entre as várias disponíveis e seus recursos inteligentes, como o controle por voz. O preço, no entanto, não agradou muita gente: a partir de US$ 200 no contrato com operadoras americanas – mesmo valor do Galaxy S4.

Mas não criemos pânico: a Motorola já garantiu que uma versão mais em conta vai chegar ao mercado ainda esse ano. E dedicada a nós, países emergentes.

O CEO da Motorola Mobility, Dennis Woodside, disse ao CNET que o lançamento de ontem é só o primeiro smartphone de uma linha que leva o mesmo nome dele. E o próximo dispositivo sai ainda este ano.

Moto X vai ganhar também uma capinha de madeira

Moto X vai ganhar também uma capinha de madeira

A versão mais barata do flagship irá reduzir o preço sem diminuir drasticamente o hardware, para que todo mundo possa ter um bom smartphone sem gastar muito nisso. O objetivo é alcançar tanto os clientes de planos pré-pagos nos EUA, que precisam desembolsar uma boa grana de uma vez só nesses casos, quanto em mercados emergentes, nos quais o preço dos smartphones normalmente não é subsidiado pelas operadoras.

Já que falamos do S4 lá em cima, é a mesma relação deste smartphone com o S4 Mini, entre vários exemplos de outras operadoras. E, se a Apple realmente lançar o tal iPhone de baixo custo, já tem mais um concorrente para a lista.

O Moto X mais barato ainda não teve um nome oficial divulgado, nem data de lançamento ou preço. Como o Moto X não deve demorar para chegar ao Brasil (já foi homologado pela Anatel e um cadastro no site da Motorola para ele), esperamos que essa versão também seja lançada no país esse ano.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ton Monteiro
William Reinaldo: custava sim. Talvez tenham feito isso para poupar o processador e o chip gráfico, aumentando assim a autonomia da bateria.
William Reinaldo
a diferença não é enorme mais não custava nada...
viamais.net
Na verdade o grande diferencial não é força bruta, mas trabalhar de forma mais inteligente, veja que ele não utiliza um SoC convencional e em vez disso tem um "circuito" com 8 núcleos específicos.
Andrey Felipe
Tecnoblog vcs ja viram o clipe do Homem Instagram?? hahaha http://www.youtube.com/watch?v=AkOqse8vqQY
Romeryto Lira
Conte-me mais sobre a "enorme" diferença de pixels que você vê entre uma tela de celular 720p para 1080p =X.
Gabriel
Não sei o quanto dele é fabricado lá, a Apple já fabrica os iMacs nos EUA. Considerando que a Motorola, Nokia e Samsung "fazem" smartphones aqui, acredito que nesse modelo, não deve impactar tanto no valor final do produto.
Alberto Prado
Na verdade, pelo que eu andei lendo. Ele só será fabricado nos EUA pra atender os norte americanos. Para o resto do mundo, vai ser conforme a logística adequada. Pois China, Brasil e outros lugares onde a Motorola tem fábricas.
William Reinaldo
720p resolução da decepção
Diogo Ramos Gutierre
As pessoas esquecem que este aparelho não é feito com a mão de obra escrava da China. Logo esta justificado o preço. Mas a mídia também não ajuda, praticamente não cita isso.
Calebe Garcia
Um bom aparelho, mas com especificações não suficientes para este preço (se comparado com seus principais concorrentes)