Início » Arquivos » Celular » Polêmica do dia: Samsung estaria trapaceando nos resultados de benchmark do S4

Polêmica do dia: Samsung estaria trapaceando nos resultados de benchmark do S4

Avatar Por

O Galaxy S4 está no Olimpo dos smartphones atualmente com sua configuração incrível. A estrela em termos de hardware é o processador Exynos 5 Octa, um octa-core (que não é bem um octa-core) que garante ao smartphone resultados astronômicos em benchmarks (dê uma olhada nos resultados no nosso review).

Mas um site descobriu essa semana que esses resultados podem estar “programados” pela Samsung, como um cheat para que eles sejam maiores do que, de fato, são.

O AnandTech descobriu uma instrução que faz a GPU funciona como se estivesse em overclock com determinados aplicativos – adivinha quais? Os que calculam benchmarks, como AnTutu e Quadrant. Como eles são os mais usados – inclusive nas nossas avaliações aqui no TB – , dá para imaginar o tamanho da trapaça.

De acordo com o site, a GPU normalmente trabalha a até 480 MHz mesmo nos aplicativos que demandem mais graficamente, como alguns jogos mais pesados. Mas, ao rodar os benchmarks que testem essa capacidade, a frequência sobe para 532 MHz.

Rodando o game Epic Citadel...

Rodando o game Epic Citadel…

...E o benchmark AnTuTu

…E o benchmark AnTuTu

No caso dos benchmarks de CPU, essa diferença foi ainda mais evidente: no GLBenchmark 2.5.1, é utilizado o Cortex-A15 a 1,2 GHz, mesmo quando o benchmark não está sendo rodado, mas o app está aberto; no GFXBench 2.7, volta a ser utilizado o Cortex-A7 a 500 MHz. Isso indica que o smartphone “sabe” quando aumentar a frequência.

Fuçando um pouco mais, a equipe do site encontrou uma linha de código que contém a informação “BenchmarkBoost” junto com referências a Quadrant, Benchmark Pi e AnTuTu (no entanto, não há nada sobre o GLBenchmark 2.5.1).

code s4

A Samsung já se pronunciou sobre as descobertas do AnandTech. Em seu blog oficial, a empresa declarou que o S4 foi feito para garantir o máximo de uso de GPU de 533 MHz. Segundo a publicação, ela é utilizada em apps em tela cheia, como galeria, câmera e player de vídeo, além dos benchmarks. Em alguns jogos, que costumam ser utilizados por mais tempo e podem causar uma sobrecarga, ela é diminuída para 480 MHz para evitar que isso ocorra. Ou seja, a intenção da Samsung é melhorar a experiência do usuário, não os resultados de benchmark.

Então, tá. Mas isso deveria ser explicado antes, não?

Em todo caso, a história nos deixou com uma sensação bastante incômoda de que fazer essas manipulações é bem simples para as fabricantes. Preferimos acreditar que elas não façam isso, mas fica a lição de que, mais do que resultados de benchmark, o que importa de verdade é a experiência prática do usuário na hora de avaliar e escolher um smartphone.

Colaborou Emerson Alecrim

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Wendel Schelhan
Pois é, e esses benchmarks do Optimus G sendo superiores com toda a certeza não podem ser devidos à otimizações feitas pela LG no Android! Mas no caso do SIV existe um concorrente com mesmo SoC que no caso seria o HTC One, que tem um clock mais baixo. Porém creio que que mesmo com o tal overclock a pontuação seria mais baixa. Além disso acho que os modelos Google Edition do S4 devem ter uma pontuação mais baixa que os com Touchwiz, se a teoria de que a Samsung trapaceia benchamrks está certa (o que eu acho que é verdade).
Wendel Schelhan
Yan Gabriel Minário Pois é, cara. O Tecnoblog precisava instalar um Intense Debate pra evitar esses antas que compram por impulso e modinha. Blog do HiPhone tá aí pra isso..
Yan Gabriel Minário
Wendel Schelhan Depois que adicionaram comentários pelo facebook essa galera da inclusão digital migrou pra cá...
Yan Gabriel Minário
Guilherme Borges Cunha Benchmark trapaceado...
Gustavo Publio
Realmente, era meio que óbvio que isso podia rolar. O site devia fazer o teste em tantos outros aparelhos. Mas legal a desculpa deles, "nos aplicativos mais usados, o celular usa menos da sua potência". Mesmo considerando só essa resposta oficial, ainda é muito bizarro. Quer dizer que o dono fica com 85% do celular, muito provavelmente pq n conseguem fazer uma bateria decente?
Paulo Henrique C. Andrade
#NãoDuvido
Diego Macan
Realmente a diferença dos benchs de aparelhos Nexus sempre me cheiraram muito mal. Eu sempre prefiri a linha Nexus, e sempre vi ela sendo devastada em todos os benchmarks, mas muito raramente vejo meu celular travar, enquanto ouço milhares de outros reclamando que Sansung trava demais, LG é pior ainda e Sony é o all concur dos travamentos... É o que eu digo sempre, o Android não trava...o que trava é o Touch Wis, cacarecos e adjacentes que a Samsung e outras fabricantes empurram goela abaixo de quem quer comprar os seus produtos, ai precisam mesmo desses subterfúgios pra criar expectativas nos consumidores.
Américo
Sem dúvida os melhores comentários são seus... tá de parabéns. huashuashuas
Marcoscs
resultado desse imbroglio todo: descrédito dos softwares de benchmark, vão ficar com tanta credibilidade quanto divulgador da Telexfree...
Wendel Schelhan
MIMIMIMIMIMIMI. O nome de balinha realmente define a qualidade dele. Anbug, faça-me rir. Apple fag podre.
sias
É por aí. Existe uma histeria por números de desempenho....e o pessoal cai direitinho, querendo sempre o mais "forte"...com números maiores....e que fazem o mesmo dos outros.
sias
Não duvido nada...assim como não duvido que outras façam igual. Até carros são preparados para serem avaliados por sites e revistas especializados. Um dos motivos para não se acreditar em resultados de testes e que números nem sempre correspondem a realidade.
sias
+100
Wendel Schelhan
Nossa cara... Que comentário imbecil! Eu poderia até expor os milhares de argumentos que comprovam que o Android deixa esse HiPhone no chinelo. Mas vejo que você sequer entende que um Snapdragon 600 é muito superior à um Apple A5x, então vejo que você é estupido. Portanto recomendo a você comentar no TechTudo.
Yuji Negoro
Só esperando os viciados em Apple xingarem...
Exibir mais comentários