Início » Arquivos » Jogos » PaperDude VR, o PaperBoy com realidade virtual

PaperDude VR, o PaperBoy com realidade virtual

Avatar Por

As experimentações com Oculus Rift não param de aparecer pela internet; quase todo dia surge alguém que criou algo novo e muito legal com ele. A de hoje é da empresa canadense Globacore e é até bem simples: eles criaram uma versão em primeira pessoa do clássico game PaperBoy, lançado para Atari em 1984 e que ficou bastante popular também nos anos 90 quando foi portado para vários consoles.

A versão de realidade virtual se chama PaperDude VR. Para criá-la, o cenário do jogo foi feito em 3D e baseado em Unity com suporte ao Oculus Rift e a Kinect, para capturar o movimento das mãos que arremessam os jornais.

Para a bicicleta, foi utilizada uma com o sensor Kickr, que captura a velocidade da pedalada e envia as informações via Bluetooth para o jogo, além de aumentar a resistência em certos momentos – como naquelas partes em que o ciclista passa por um campo de terra, imagino, além da possibilidade de incluir subidas e descidas no jogo.

A intenção é fazer uma homenagem e o jogo está numa fase bem inicial. Tanto que faltam elementos-chave de PaperBoy que serão adicionados futuramente, como os obstáculos (tipo cachorros correndo atrás da bike, buracos na rua, pessoas dançando break e a Morte), a parte de terra e um ranking online.

PaperDude VR não tem previsão para lançamento, nem algum aviso se será lançado. Com o tanto de acessórios que ele exige, é bem possível que nunca saia do escritório da Globacore.

Com informações: Polygon

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tales Cembraneli Dantas
Nossa, outro dia mesmo eu estava pensando em como seria legal colocar uma bike num rolo e fazer uma etapa do Tour de France com este óculos RIFT... logo isto será realidade
portela.thiago
Boa idéia! Pensa se uma Bio Ritmo, [email protected], Life Fitness, Runner da vida não comprariam a idéia? Toda noite na academia vejo as Bikes abandonadas e as esteiras e transports lotados..
Vagner Alexandre Abreu
Próximo joguinho no óculos rift: PacMan FPS :p
Arthur Câmara
Fiquei pensando nas possibilidades. Qual o maior problema em bicicletas de academia? O fator "boring". Estou andando, mas parado no mesmo lugar. Agora, usando o RIFT e uma bicicleta como essa, podemos criar mundos fantásticos, gerados semi-aleatóriamente, com desafios, aplicando o mais puro gamification. BORA ABRIR A STARTUP?
Rodrigo Reis
Só uma coisa a dizer "Shut Up and take my money"
Rafael Parma
Caramba, a imersão é tanta, que ficou tão divertido quanto entregar jornal de verdade! não, pera...
Bernardo Falquetto
Pensar que isso aí é o futuro, acho que não existiram mais nerds tetudos. Eu prefiro jogar VG com um controle na mão e não me matando pra isso. Vou precisar ir no cardiologista antes de começar a pedalar isso aí.