Início / Arquivos / Computador /

Dell renova ultrabooks: XPS 12 com Haswell e… NFC?

Fabricante promete quase 9 horas de autonomia de bateria

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Dell XPS 12 com Haswell + NFC

A linha de ultrabooks da Dell foi renovada nesta semana com a chegada de um novo modelo do XPS 12, aquele notebook com visor de 12 polegadas e uma série de atributos sobre os quais eu falo já, já. O mais interessante: a máquina finalmente recebeu processador da quarta geração da Intel – o famoso Haswell faz presença. A estimativa da fabricante é que o desempenho seja “até” 63% mais veloz do que no modelo anterior, o XPS 12 do ano passado com Ivy Bridge.

Já que a máquina vem com o Haswell, nada mais justo do que receber gráficos melhores também. O XPS 12 disponível no site da Dell utiliza a GPU integrada Intel HD 4400. Ela é uma evolução da Intel HD 4000 que estava presente no modelo anterior, mas não foi dessa vez que a Dell embutiu a Intel HD 5000, que tem um desempenho melhor. O material de divulgação aponta que a reprodução de gráficos fica “até” 68% do que no modelo anterior. Eu não conheço um benchmark que permita fazer essa comparação tão positiva entre a HD 4000 e a HD 4400.

NFC WTF

Outra novidade: NFC, o Near Field Communication. É bem verdade que estamos acostumados com este recurso nos celulares, em especial nos smartphones mais novos rodando Android ou Windows Phone. Mas por que diabos colocar o NFC em um notebook? Com a palavra: Carlos Rabello, gerente de produto para end user da Dell Brasil.

[Tecnoblog] Por que a inclusão de NFC em um ultrabook, visto que esse recurso é mais comum em smartphones?

[Carlos Rabello] A Dell tem trabalhado para oferecer funcionalidades que contribuam com a produtividade e facilitem o dia a dia dos usuários e, por conta disso, incorporou a tecnologia NFC ao XPS 12. A ideia é oferecer facilidade para que, em qualquer hora e local, por meio de aproximação ou com um simples toque no equipamento, os usuários do XPS 12 compartilhem informações e conteúdos com outros dispositivos compatíveis com esse padrão, se conectem a periféricos e realizem diversas transações, de forma simples e segura.

O que o consumidor ganha de vantagem ao comprar um computador com NFC?

As principais vantagens para os usuários são a possibilidade de configurar periféricos compatíveis com NFC – como fones de ouvido, joystick, entre outros – e configurá-los de forma a automática, compartilhar informações e conteúdos, adquirir serviços e realizar transações financeiras em geral.

Além disso, essa tecnologia tende a ser cada vez mais utilizada em segmentos verticais de mercado, como o controle de acesso em hospitais. A incorporação da tecnologia NFC reflete a preocupação da Dell em atender às mais diversas necessidades dos usuários, em termos de mobilidade e funcionalidade.

Existe a previsão de adicionar o NFC a mais computadores da Dell?

A Dell tem a intenção de, no futuro, oferecer essa tecnologia embutida em todos os modelos que tiverem uma proposta de alta portabilidade, como o caso do XPS 12, que é um híbrido de ultrabook e tablet. A ideia é permitir que cada vez mais usuários desfrutem das funcionalidades do NFC.

Volta pra mim

O XPS 12 é uma máquina híbrida, daquelas que giram a tela para se tornar também um tablet (de 1,5 kg). Eu tive a oportunidade de brincar com ele durante um Dell World, evento da Dell (jura?) que ocorreu no ano passado no Texas, EUA. É uma máquina que promete desempenho em especial no meio profissional. O visor de 12,5″ é pequeno, mas nele cabe a resolução de 1920×1080 pixels (Full HD). Além disso, conta com tecnologia IPS.

Dell XPS 12 | Um aparelho transformista: ora notebook, ora tablet

Dell XPS 12 | Um aparelho transformista: ora notebook, ora tablet

O modelo mais simples custa R$ 4.499,00. Nele tem o processador Core i5 (I5-4200U: 1,6 GHz até 2,6 GHz com Turbo Boost 2.0, 4 Threads e 3 Mb Cache) + memória RAM de 4 GB (DDR3 a 1.600 MHz) + SSD de 128 GB. A fabricante diz que deu desconto de R$ 500 em relação ao preço anteriormente praticado.

Outro modelo, dessa vez mais completo, já oferece Core i7 (I7-4500U: 1,8 GHz até 3,0 GHz com Turbo Boost 2.0, 4 Threads, 4 Mb Cache) + memória RAM de 8 GB (DDR3 a 1.600 MHz) + SSD de 256 GB. O precinho? R$ 6.498,00.

Por fim, mas não menos importante… a bateria. A Dell afirma que a autonomia de bateria desse bicho é de 8 horas e 43 minutos. Seriam horas-Dell, assim como temos as horas-Apple? Não sei dizer.