Início / Arquivos / Computador /

Este é o Utilite, um miniPC Ubuntu com preço inicial de 99 dólares

Emerson Alecrim

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Atualmente, a gente logo pensa em smartphones e tablets quando o assunto é ARM, mas há uma variedade cada vez maior de outros dispositivos portáteis baseados nesta arquitetura. O mais recente deles é o Utilite, uma espécie de “miniPC” com preço inicial de 99 dólares anunciado hoje.

O equipamento faz jus à classificação de portátil – tem corpo de 135 mm × 100 mm × 21 mm – e o seu desenho certamente orienta o olhar mais despercebido a tê-lo como um roteador Wi-Fi em um primeiro momento. Mas dentro se esconde uma configuração bastante interessante para um computador deste porte.

Utilite - não parece um roteador Wi-Fi?

Utilite – não parece um roteador Wi-Fi?

O Utilite pode ser equipado com um processador Freescale i.MX6 Cortex-A9 de um, dois ou quatro núcleos com clock de até 1,2 GHz. A parte gráfica atende às necessidades atuais, podendo trabalhar com imagens de alta definição e sendo plenamente compatível com padrões como OpenCL, OpenVG e H.264, por exemplo. As suas demais configurações incluem:

  • 4 GB de memória DDR3;
  • SSD de até 512 GB;
  • Leitor de cartões microSD (de até 128 GB);
  • Bluetooth 3.0;
  • Wi-Fi 802.11b/g/n;
  • Quatro portas USB 2.0;
  • Uma porta microUSB;
  • Duas portas Gigabit Ethernet;
  • Conectores HDMI e DVI-D;
  • Conectores de áudio.

Dá para utilizar o Utilite como uma central de mídia (apesar da ausência de leitor de DVD ou Blu-ray) ou efetivamente como um PC para tarefas básicas, uma vez que o sistema operacional do portátil é a versão para desktops do Ubuntu. Para quem preferir, também é possível usá-lo com Android.

Parte traseira do Utilite

Parte traseira do Utilite

Na verdade, dá para encontrar tanta utilidade em um dispositivo como este que a procura por mais informações fez com que o site oficial do Utilite passasse boa parte do tempo fora do ar nesta segunda-feira. Mas não é necessário pressa: de acordo com a CompuLab, empresa responsável pelo projeto, a comercialização do dispositivo só começará no próximo mês.

Com informações: Engadget.

Atualizado às 17h39.