O novo nome no quadro de funcionários da Apple veio da moda: é Paul Deneve, ex-CEO da Saint Laurent Paris (novo nome da Yves Saint-Laurent), para um cargo de vice-presidente. Não foi divulgado o que exatamente Deneve vai fazer na Apple, somente que deverá responder diretamente a Tim Cook e irá trabalhar em “projetos especiais”. Mas, dado o currículo dele, conseguimos fazer algumas especulações.

Ao ler que um executivo da área da moda irá para a Apple, a primeira coisa que nos vem à cabeça, dados os rumores recentes, é de que estamos uma notícia mais próximos da confirmação de que a empresa está desenvolvendo o tal do iWatch.

Mas Deneve não é um estilista; é um empresário, homem de negócios. Tanto que toda a educação acadêmica dele é nessa área: a graduação foi em Negócios, com MBA e mestrado em Administração.

Paul-Denueve-to-Apple-nr1

Essa é a segunda vez que ele vai para a Apple. Deneve trabalhou na área de vendas e marketing da empresa entre 1990 e 1997, ano em que saiu para assumir seu primeiro cargo no mundo da moda na Courrèges. Depois, passou pela Nina Ricci e Lanvin até chegar à presidência da YSL em 2011.

Apesar de não trabalhar no setor de criação, Deneve é muito respeitado por sua participação no crescimento e estabelecimento do mercado de luxo fashion atual. Na Saint Laurent Paris, ele contratou o diretor criativo Hedi Slimane, responsável por grandes mudanças, como o próprio nome da empresa e a estética dos figurinos mostrados em desfiles. Apesar das decisões terem sido bastante polêmicas – a YSL é uma grife com muito peso e muita história na moda – , Deneve não afinou e continuou apoiando as criações da casa.

Na Apple, tudo leva a crer que ele irá participar da criação do iWatch, mas isso parece pouco para um homem com tanta disposição para assumir riscos. Seria mais proveitoso se, além do iWatch, Deneve ficasse no comando de todo o setor de wearable technology, e deve ser isso que a empresa tem em mente: trazer um talento experiente e com ideias diferentes para dentro de casa, para cuidar de uma nova área que ele domina e na qual a própria Apple nunca se aventurou. E, mesmo sem colocar a mão na massa, o perfil profissional de Deneve acusa que é a pessoa certa para guiar a equipe que fará isso.

Outro ponto pode ter a ver com uma reestruturação de marca da Apple, entrando oficialmente no setor de luxo, já que todas as grifes pelas quais ele passou nos últimos anos pertencem a essa área. Mas meu palpite é de que esse plano, se existir, vai ficar para o futuro (mas não distante), já que a empresa parece estar realmente focada no desenvolvimento do iWatch por enquanto.

Com informações: The Verge

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo Bochnia
Rumores (e fotos) de um iPhone mais barato circulam por aí, eu descartaria a entrada no setor de luxo. Mas, de qualquer forma, ninguém sabe o que realmente a Apple planeja. O jeito é esperar.
Gabriel
A Apple é um lu-xo! :D
Bernardo Falquetto
Ou a Apple está buscando inovação, pq só mudar o tamanho da tela e o formato dos botões na lateral num são nada d+. Apesar de já alterarem o IOS, as vezes querem fazer celulares ainda mais PREMIUM para o segmento dos endinheirados uma vez que até menor aprendiz tá comprando Iphone em 12 parcelas (pelo menos aqui em Brasília).