Início » Arquivos » Jogos » Previews da E3: Batman: Arkham Origins

Previews da E3: Batman: Arkham Origins

Avatar Por

No último dia da E3, fomos no booth da Warner ver o preview de Batman: Arkham Origins. Em um espaço restrito para a imprensa e alguns corajosos que ficaram um tempão na fila, os produtores jogaram cerca de 15 minutos do game enquanto explicavam sobre a história e as novidades do jogo.

Como nos anteriores, Arkham Origins tem o visual lindíssimo, gráficos de tirar o fôlego mesmo. Aliás, são poucas as diferenças em relação aos anteriores, de um modo geral.

A história é uma delas, claro. O jogo se passa na véspera de Natal com um Batman bem mais jovem que nos outros dois jogos. O Máscara Negra oferece uma gorda recompensa de 50 milhões de dólares pela cabeça do Batman e assassinos de todos os lugares chegam a Gotham para tentar consegui-la. Então, o homem-morcego precisa tanto se esquivar deles quanto encontrar o Máscara Negra e descobrir o que ele quer com o herói.

Mas ele não é o único supervilão do jogo. O Exterminador também aparece e, no preview, vimos o Coringa – que não é mais dublado pelo Mark Hammil, mas por Troy Baker, de Bioshock Inifite. Dá para notar a diferença, mas o resultado é ótimo.

Ao longo do preview, também vimos a cidade “viva”, ou seja, acontecimentos paralelos à missão principal pelo qual o Batman passa e que, se quiser, pode interferir. Estamos falando, lógico, de crimes nos quais ele pode interceder e que desencadeiam outras side missions.

Nessas ocasiões, também vimos alguns dos diferentes tipos de valentões que ele precisará enfrentar, como os especialistas em artes marciais, que são mais difíceis de derrotar.

Mas a maior novidade, pelo menos até agora, fica com o modo detetive. Afinal, o Batman é o maior detetive do mundo.

A cena que foi investigada no preview é a da queda de um helicóptero, que ocorre quase que na orelha do herói. Então, ele começa a unir peças ali mesmo e a cena vai se refazendo ao contrário como se fosse um holograma, até ser revelado quem foi o responsável por derrubá-lo. Mas não parece exigir muito raciocínio do jogador, tem mais cara de já estar pronta com ele apenas ligando os pontos, o que pode ser meio entediante. Só saberemos quando colocarmos as mãos; o jogo será lançado no dia 25 de outubro.

Em todo caso, Arkham Origins conseguiu deixar toda a sala apreensiva e ansiosa ao final do preview. Parece ter agradado todos.

Não pudemos filmar nem tirar fotos do preview, mas encontrei esse vídeo que mostra a mesma demo da E3:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael Machado de Souza
os antecessores são tão bons que é dificil outro estudio repetir a proeza. pelo menos é isso que todos nos temos pensado. acho que não sou o unico que esperava uma sequencia do Arkham City com uma Gotham em mundo aberto. Quem sabe com o PS4 e xbox1 e seu grande volume de RAM teremos uma Gotham imensa pra explorar.