20130610_182140

Direto de Los Angeles, EUA – Chegamos à conferência da Sony cerca de duas horas antes do marcado, transportados pelo shuttle da conferência da Ubisoft. A festa que a Sony preparou parecia mais um festival que uma conferência. Um verdadeiro espetáculo, com a casa cheia, vários telões, muita expectativa e nenhum Wi-Fi ou sinal de conexão móvel.

Entre as muitas novidades mostradas, como preço, data de lançamento, a permissão para rodar jogos usados sem pagar nada e o próprio visual do console, a Sony mostrou muitos, mas muitos jogos que estarão presentes no PS4.

Quase tão irônico quanto o anúncio de que o PS4 irá permitir tudo que o Xbox One proíbe, foi começar a falar de TV logo no início do evento. Rapidamente, foi comentado sobre o PS4 como central de entretenimento, inclusive com conteúdo exclusivo de TV e filmes, graças às parcerias com serviços de streaming como o Netflix, Hulu e Amazon. O que pe bastante previsível, já que é um pré-requisito para a geração e algo que já existe há muitos anos nos consoles.

Novos títulos

Mas vamos ao assunto. Os novos títulos anunciados foram The Order – 1886, um thriller de ação de época que se passa em Londres; Killzone: Shadow Fall; Driveclub (os dois últimos, lançados junto com o console); Infamous: Second Son (vimos um gameplay antes da conferência e parece muito legal), Knack, The Dark Sorcerer, The Witness e Transistor. O último é da Supergiant Games, que também fez Bastion, estúdio com quem a Sony revelou tentar uma parceria há três anos.

Como já havia sido dito antes, a Sony está de braços abertos para os desenvolvedores indies, permitindo a eles publicarem sozinhos seus games no PS4. Alguns dos que foram demonstrados – e muito aplaudidos, por sinal – foram Don’t Starve, Mercenary Kings, Octodad: Dadliest Catch (da lista, é o que mais chamou atenção: um polvo todo desajeitado, parece bem engraçado nos termos de Surgeon Simulator), Secret Ponchos, Ray’s The Dead (com zumbis muito parecidos com os de Plants Vs. Zombies), Outlast, Oddworld New ‘N’ Tasty: Abe’s Odysee e Galak-Z: The Dimensional.

Além de todos esses, a Square Enix levou trailer e teasers para demonstrar o que prepara para o novo console: Final Fantasy XIV: A Realm Reborn, Final Fantasy XV (que era o Final Fantasy XIII Versus) e Kingdom Hearts III chegarão em breve para PS4.

Enquanto a Ubisoft prometeu “actual game footage” de Assassin’s Creed 4 na sua conferência e deixou todo mundo esperando sentado por um gameplay, na da Sony foi mostrado como o jogo é de verdade. Com alguns travamentos (iiih…) e movimentos já vistos nos outros jogos, como se esconder em folhas e entre pessoas sentadas nos bancos, ele parece bem mais dinâmico que os anteriores, pelo menos no que diz respeito à passagem do protagonista Edward Kenway entre os diversos cenários: vila, floresta, uma embarcação, uma batalha naval e outra embarcação. Ele transita por tudo de uma maneira bem mais fluida.

Watch Dogs também foi mostrado em ação e empolgou bem mais que AC4. No PS4, virá com uma hora extra e exclusiva de jogo. Outro gameplay, de Destiny, foi revelado no grand finale da conferência. Superados os travamentos também nele, que deixam em dúvida se os jogos realmente sendo jogados ou eram apenas vídeos gravados (somos otimistas por aqui), ele definitivamente deve cumprir a promessa de agradar os fãs de shooters.

Outro título aguardado é The Elder Scrolls Online, da Bethesda, que terá beta exclusivo para PS4. Mad Max é outro que terá conteúdo exclusivo.

Não esquecendo dos lançamentos anteriores, a Sony anunciou novidades também para PS3 e Vita.

Para PS3, que completa seu sétimo ano comemorando o Natal, o primeiro (e principal) lançamento é The Last Of Us, que será lançado ainda nessa semana. Além dele, foram mostrados teasers de Puppeteer, Rain, Beyond Two Soulse e Gran Turismo 6. Além disso, junto com Batman: Arkham Origins, os donos de PS3 poderão possuir skins baseadas em Knightfall, a famosa HQ em que Bane quebra a coluna do herói, e do Batman dos anos 60, do seriado (e da Feira da Fruta).

20130610_183542

Outro lançamento aguardado é de GTA V, e ele chegará em setembro em um bundle com o console por 299 dólares. Também será lançado um headset personalizado.

Os donos de PS Vita também têm bastante títulos para se empolgar, além da compatibilidade dele com o PS4 – que não foi mostrada durante a conferência.

Alguns dos títulos aguardados para os próximos meses, revelados durante a conferência, são Batman Arkham Origins Blackgate, Counterspy, Destiny Of Spirits, Doki-Doki Universe, Killzone: Mercenary e Tearaway. Além deles, outros títulos serão adaptados para o console portátil: God Of War, Final Fantasy X e X-2, Flower e Dead Nation. A nova temporada do game The Walking Dead também chegará para o portátil, juntamente com as anteriores e extras.

O PS4 será lançado no fim do ano por 399 dólares. Para deixar a vida das inimigas, ou melhor, da concorrência bem difícil nesse começo de E3.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago Carvalho Petrolini
Tem certeza?
Flavio Salviano Isawa
O Final Fantasy XIII Versus foi anunciado em 2006 e por causa dessa demora eles decidiram mudar o nome, se puderem corrigir ai seria uma beleza.
Kessler
Se eu tivesse vontade de comprar um console novo, Dead Rising 3 me levaria facilmente para o lado do Xbox One. Halo e Gears of War também serão jogaços.
Kessler
O único que me interessou um pouco foi o inFamous, mas só o Dead Rising 3 já me faria abrir mão de todos os exclusivos do PS4.
Felipe Rodrigues
Esse cara que ta jogando é muito ruim '-'
Rafael Machado de Souza
mas eu certamente irei importar e ainda pegarei um controle extra, hahahaha paraguay ai vamos nós!
Pedro Rômulo
se vier por 2.000 para o Brasil vai ser bem mais barato importar
JoaoManoel
Infelizmente a única coisa que presta da MS é o Windows...
daniellz
Sério, essa é a primeira geração que me faz ter vontade de comprar os 2 consoles (PS4 e XOne) por causa dos exclusivos, antes eu só tinha essa vontade com portáteis... Uma pena que querer não é poder, acho que vou começar com o PS4 mesmo, pq está mais barato, tomara que ao vir pro Brasil não fique o mesmo preço do XOne (R$2.199), que já estou achando meio caro.
danimaiochi
acho que o Fanboy foi você...
danimaiochi
Uma correção, o Final Fantasy XIII Versus virou o Final Fantasy XV, ou seja, é o mesmo jogo
fac_713198649
SQN
gambaleao
Foi muito engraçado depois da conferência o pessoal do Game Trailers dizendo "E agora se você fosse a Microsoft, iria se virar como? "Oh... DRM??? I was just kidding..."
TaylerPadilha
E as ppks gurizada?
Gaba
Falou o amigo usando Windows :D
Exibir mais comentários