Comparando o mercado de smartphones com competições esportivas de um jeito bem simples, dá para dizer que na primeira divisão Apple e Samsung brigam entre si e detêm, juntas, 71,4% do mercado. Na segunda divisão, as outras empresas disputam o terceiro lugar e, quem sabe, uma chance de subir para o grupo da Samsung e da Apple. A que ocupa atualmente a terceira posição é a LG, com 3,2%. Parece pouco para brigar com a primeira divisão (e é), mas é um indício de que a empresa está no caminho certo.

Para este ano, ela tem ótimos lançamentos agendados. Além do topo de linha Optimus G, que tem força para brigar com o iPhone 5 e o Galaxy S III e deixa claro que a LG está forçando sua entrada na primeira divisão, a LG tem aparelhos para usuários que não exigem tanto de um smartphone, incluindo versões dual chip.

lg-optimus-g

Na MWC, a empresa apresentou quatro modelos para diversos perfis de usuários; no evento Digital Experience, que ocorreu em São Paulo em março, foram mostrados outros oito modelos que chegarão ao Brasil em 2013. Porque, logicamente, ao diversificar a produção, é possível atingir mais público e aumentar sua participação no mercado.

Mas essa não é uma estratégia nova ou exclusiva da LG. A Samsung segue a mesma linha há um bom tempo e alguns rumores indicam que a Apple deve se aventurar nessa, também, com uma versão de preço mais amigável do iPhone.

As concorrentes da LG na “segunda divisão” também têm suas apostas. Por exemplo, a Sony tem o Xperia ZQ para concorrer com os mais poderosos da atualidade e outros lançamentos da mesma linha para atingir outros consumidores, como o Xperia J e o Xperia E.

Ou seja, o fato de a empresa estar hoje no top 3 não quer dizer que, em breve, ela não será superada. Até porque essa é uma posição bem instável no mercado de smartphones e, com todo mundo mais ou menos no mesmo nível, a briga é bastante acirrada.

A carta na manga da LG para continuar na briga pela primeira divisão parece estar numa atualização do Optimus G, o Optimus G Pro, que o coloca para brigar com o Galaxy S4, apresentado pela Samsung em março. Entre as funções acrescentadas, o smartphone poderá identificar o movimento dos olhos do usuário – um dos recursos mais comentados sobre o novo da Samsung.

Será que agora vai para a LG ou outra empresa vai se intrometer na briga entre a Samsung e a Apple antes dela?

Com informações: Reuters