Início » Arquivos » Internet » Netflix aumenta mensalidade no Brasil

Netflix aumenta mensalidade no Brasil

Avatar Por

Em um email enviado para os assinantes brasileiros, o serviço de streaming de vídeos Netflix anunciou hoje o aumento do valor da mensalidade. A partir de agora, todo novo assinante do Netflix vai pagar R$ 16,90 ao mês após o mês gratuito disponibilizado promocionalmente. Assinantes antigos vão continuar pagando o valor antigo, que é de R$ 14,99 ao mês, por 4 meses antes de ter a mensalidade aumentada.

netflix-reiniciar

O aumento da assinatura pode ser um reflexo direto do Condecine, o imposto modificado pela Ancine no ano passado. O órgão, que é responsável por recolher impostos do mercado de cinema no Brasil, alterou o Condecine em setembro para que serviços de streaming de vídeos fossem incluídos na lei.

Como consequência, o Netflix teve que pagar R$ 3 mil por cada título estrangeiro incluído no catálogo com tempo de reprodução de mais de 50 minutos. Para títulos estrangeiros com tempo de reprodução menor do que 50 minutos, o valor é de R$ 750. Para títulos brasileiros o imposto é de 20% desses valores. E agora o reflexo dessa mudança foi repassado aos assinantes.

No próprio sistema que mostra o histórico de cobrança do Netflix, o serviço mostra quanto de impostos são pagos em cada mensalidade. A cada 14,99 pagos pelos assinantes, R$ 2,14 são de impostos.

Quando questionada sobre o motivo do aumento, a assessoria de imprensa do Netflix no Brasil preferiu não comentar. Sobre o valor do imposto embutido no preço da mensalidade, a assessoria disse apenas que ‘o valor é proporcional’ ao imposto da mensalidade antiga. Fazendo as contas, R$ 2,41 da nova mensalidade são de impostos, enquanto R$ 14,49 ficam com o Netflix.

Atualizado às 15:24.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Cleonaldo
1, 90* 240 milhões da $$$ idiota
? Sr. Quintela ?
O NETFLIX assusta muita gente. Nunca li uma reportagem criticando aumento na NET (GLOBO PAR)... que usa e abusa do consumidor brasileiro... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Bruno Lonx
Mais tributos, mesmo serviço com preço maior. Não esperem que o reajuste financie aumento na quantidade de títulos. O que a Netflix fez foi ajustar o preço para manter o mesmo faturamento. Quem carrega o peso morto imposto pelo Leviatã é sempre a gente.
Vitor
Pois é. Vou perder Jack Ass para ver algum conteúdo que preste. Lei lixo essa, heim...
Vitor
Justíssimo mesmo. Se eu fosse rico pra caramba e só usasse serviços públicos, eu deveria ter que parar de pagar impostos? Pois então...
Vitor
{seu cometário é idiota demais para ser respondido, desculpe}
Vitor
Rçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrçrç *cagando de rir aqui
Mozart
agora que a adição de novos filmes vai piorar com essas taxas cobradas também do streaming
Thanara Corrêa
Só no Brasil esse aumento? D: Que vergonha esse governo, aposto que metade desses impostos serão desviados.
Thiago Adomaitis
Fico com pena das pobres pessoas que passarão fome com esse reajuste de R$ 1,90.
Zeruel Otomo
Teriamos se o Didi e a Xuxa não aloprassem com a grana que é recolhida fazendo seus super filmes.
@AntonioVeras
Não esquece a gasolina.
Rodrigo Fante
Pago os atuais 14,90 e pagarei os 16, só gostaria de mais respeito e honestidade ao informarem o motivo do aumento, com um aumento pequeno e a curto não é um problema, mas se for algo que vai virar anual aí revisarei a assinatura no futuro, mas estou bem satisfeito com o serviço no momento e ele vale os R$16,00.
Lucas Galvão
Olha, recentemente eu descobri que alguns raros filmes do Netflix tem a opção de 3D (O Ilusionista, por exemplo)!!! Pensa assistir um filme desses no cinema. Pense então em pagar o bilhete pra sua namorada! Pimba! Já saiu mais caro que dois meses de Netflix (acrescente na conta a guloseimas, que na sua casa será bem mais barato).
Pedro Saldanha
Bom que diminuem a quantidade de filmes nacionais, que pouquíssima gente vê.
Exibir mais comentários