Início » Arquivos » Gadgets » Bar em Seattle proíbe uso de óculos do Google para proteger a privacidade da clientela

Bar em Seattle proíbe uso de óculos do Google para proteger a privacidade da clientela

Por

O 5 Point Cafe, um bar localizado numa região próxima a empresas de tecnologia em Seattle, nos EUA, tomou uma decisão no mínimo curiosa: proibiu a entrada de clientes usando o Google Glass, os óculos inteligentes desenvolvidos pelo Google. “As pessoas que vão ao 5 Point não querem ser reconhecidas e definitivamente não querem ser secretamente filmadas e colocadas quase que imediatamente na internet”, afirmou o dono do bar.

Na página oficial do bar no Facebook, um anúncio diz: “Se você é um dos poucos que estão planejando gastar seu dinheiro nos Google Glasses – que certamente serão a grande novidade para o grupo de pessoas que nunca tira o seu headset Bluetooth da orelha – procure removê-lo antes de entrar no 5 Point. Nós somos oficialmente uma zona anti-Google Glass”.

google-glass-proibido

O Google Glass é um acessório ainda em desenvolvimento pelo Google que permitirá interagir com o ambiente de seu usuário, bem como tirar fotografias, filmar e, através de comunicação com o smartphone, até mesmo enviar imagens pela web, tudo isto no formato de óculos. Os óculos custam US$ 1,5 mil na pré-venda e é necessário participar de um concurso para conseguir comprá-los.

A decisão tomada pelo 5 Point Cafe nos faz pensar sobre qual o limite para acessórios vestíveis como o Google Glass, no qual é possível capturar informações e imagens de forma praticamente anônima. O Google há tempos perdeu a imagem de empresa “do bem” para se tornar uma das maiores detentoras de dados pessoais dos usuários. Será que a sensação de privacidade invadida fará com que os óculos inteligentes do Google sejam proibidos nos estabelecimentos públicos?

Com informações: VentureBeat.