Austin, Texas (EUA) – E depois de um ano, estou de volta ao SXSW (South by Southwest), um dos maiores eventos de interatividade, internet e tecnologia do mundo. Na sexta-feira (08) o evento começou e a impressão é de que está bem mais lotado do que o ano passado. A previsão de público para esse ano é dentre 62 a 65 mil participantes.

Alô, amigos do SXSW

Alô, amigos do SXSW

Dentre as expectativas para esse ano estão o showcase de aplicativos, ações de marketing de todo tipo de empresa ligada a internet e palestras com grandes nomes, como Andy Rubin (criador do Android), Tim Berners-Lee (“pai” da internet), Al Gore (ex-vice-presidente dos EUA), Chuck Lorre (criador das séries “Two and a Half Men” e “Big Bang Theory”) e Dave Grohl (músico).

Uma das críticas do ano passado, a demora e burocracia de filas para retirada de credenciais foi solucionado. Agora a retirada é feita de forma bem mais rápido usando código de barras (que você imprime em casa). Logo no primeiro dia não vi nenhuma fila quilométrica. De qualquer forma, retirei a credencial na quinta-feira para evitar qualquer azar.

Credenciado!

Credenciado!

Dois pontos que estão chamando atenção esse ano é a quantidade de palestras ligadas a big data e computação nas nuvens, duas grandes tendências recentes na internet. Também tem sido popular o uso de aplicativos para locomoção, como apps de pedir táxi, carona ou motorista.

A exposição de games mudou. O antigo ScreenBurn Arcade agora é chamado de SXSW Gaming Expo, numa possível tentativa de aumentar a relevância do evento no mundo dos jogos. Fora os jogos indies, vemos uma participação maior de empresas gigantescas, como a nipônica Nintenco e a Blizzard.

Firefox por todo lado

Firefox por todo lado 😛

Não deixe de acompanhar mais novidades sobre o festival nos próximos dias.

Comentários

Envie uma pergunta