Início / Arquivos / Gadgets /

Kinect em todos os lugares

Vídeo da Microsoft mostra possíveis aplicações para o acessório no dia a dia

Joel Nascimento Jr

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

kinect-conceito-microsoft

No que depender da Microsoft, no futuro teremos o Kinect em monitores, televisões de alta definição e até mesmo notebooks. A afirmação é de Craig Mundie, um dos conselheiros diretos de Steve Ballmer, durante um encontro que aconteceu em Seattle, onde fica a sede da empresa, nessa semana.

A chave para a popularização do Kinect, segundo Mundie, é diminuir cada vez mais o seu tamanho e torná-lo mais barato. “Meu sonho é ver o Kinect funcionando em algo tão pequeno como a moldura de um Surface”, complementa citando o tablet.

Recentemente foi inaugurado na sede da Microsoft um espaço onde novas tecnologias que ainda estão nos laboratórios da empresa podem ser vistas em pleno funcionamento. Um vídeo mostra o conceito por trás do KInect atuando em vários dispositivos, como um enorme monitor. Assista a seguir.

Junto a isto, já é sabido que a Microsoft tem trabalhado junto com a Asus no desenvolvimento de um laptop com Kinect no ambiente do Windows, mas ainda não há nenhum resultado comercial que tenha sido compartilhado com a mídia. Os desafios em portar o Kinect para dispositivos móveis vão bem além de dimensões. Seus sensores não funcionam bem com a luz do dia (quem tem Xbox sabe bem como é). A luz solar é uma enorme fonte de raios infra-vermelhos, que afeta diretamente o funcionamento do dispositivo.

“Há uma série de desafios, não apenas a miniaturização, em desenvolver sensores para que eles possam funcionar exatamente como você espera em qualquer ambiente”, explica Mundie.

O Kinect deixou de ser visto apenas como um periférico de videogame há tempos. Ele ganhou espaço nas mais diversas aplicaçõe que você puder imaginar. Não deixa de ser animador pensar num futuro em que voz e gestos possam interagir com gadgets de forma natural. Resta agora esperar que a tecnologia crie as condições ideais, mas a gente sabe que isto vai chegar. Mais cedo ou mais tarde.