Início » Arquivos » Aplicativos e Software » Fatos marcantes do Linux e software livre em 2012

Fatos marcantes do Linux e software livre em 2012

Ubuntu, Android, Steam para Linux e novidades no Kernel

Por

Pode não parecer, mas 2012 foi um ano decisivo para o Linux e para o software livre em geral, trazendo mudanças não apenas tecnológicas mas também no mercado. Neste ano o mundo começou a olhar diferente para o sistema do pinguim e para as possibilidades que o código-fonte aberto traz. Então embarque com a gente na retrospectiva 2012 e veja o que o software livre trouxe de bom para você (mesmo sem você saber).

A força da Canonical

Ubuntu: mais fácil que Windows e mais belo que OS X, segundo Canonical

Ubuntu: mais fácil que Windows e mais belo que OS X, segundo Canonical

Claro que tivemos muitas distros novas em 2012, mas quem realmente brilhou esse ano foi o Ubuntu. Anunciando novidades em diversos segmentos (como a Ubuntu TV e o Ubuntu para Android), a Canonical tomou as rédeas da popularização do Linux para si, prometendo espalhar seu sistema onde fosse possível. Ajudou o fato da empresa ser uma das poucas com solidez e reconhecimento no mercado, o que ajuda a fechar acordos e parcerias.

Apareceram as tradicionais versões do Ubuntu em abril e outubro, todas com algumas novidades que fizeram os usuários mais antigos torcerem o nariz, mas que mostraram o esforço da Canonical em inovar o quanto pode para não apenas tornar o Ubuntu mais simples, como também rentável.

Android virando o jogo

A plataforma Android, produzida pelo Google, se consolidou como o sistema operacional móvel mais utilizado, alcançando mais de 50% do mercado mundial de smartphones. Muito disso se deve ao amadurecimento das empresas, que pararam de lançar centenas de aparelhos com hardware de baixa performance e decidiram focar em alguns poucos aparelhos de maior desempenho.

De todos que apostaram no Android, a Samsung foi a que mais se deu bem, com vários aparelhos quebrando recordes de venda e também criando smartphones tão poderosos que se tornaram parâmetros a serem seguidos e superados no mercado. Mas se você não gosta da empresa sul-coreana ou prefere outros modelos do Android, 2012 também trouxe vários outros modelos bacanas, como o Razr HD, o primeiro aparelho com 4G a pisar no Brasil.

Kernel Linux crescendo e se adaptando

Se a Microsoft apostou tudo num sistema operacional que une desktop e dispositivos móveis, o pinguim não ficou muito atrás: em 2012 vimos a chegada do Kernel 3.3, que une o kernel original do Linux e também do Android. O resultado dessa fusão ainda não foi totalmente explorado, mas é bem provável que em 2013 comecemos a ver muitas novidades nativas, como apps do Android rodando no Linux ou até mesmo distros Linux rodando em celulares, tudo isso sem qualquer esforço do usuário.

Como a galera que apronta altas confusões não para, em 2012 também vimos o Kernel 3.4, que trazia diversas melhorias e também compatbilidade com várias placas gráficas. Mas pra quê tanto esforço com placas gráficas se o Linux não tem jogos? Oras…

Steam para Linux deixa de ser apenas vapor

Visto como lenda e piada até entre os mais esperançosos, o Steam finalmente chegou para o Linux em 2012. OK, ainda é em estado Beta, a quantidade de jogos é pequena se comparada ao catálogo para Windows, mas ao que tudo indica podemos ver grandes novidades em 2013. O chefão da Valve já sinalizou que não é grande fã do Windows 8, e isso pode ser o que faltava para um desenvolvimento mais centrado no Linux.

Aberto para todos, mas com alguns detalhezinhos chatos

O que chamou a atenção

Tivemos em 2012 um sem-número de notícias envolvendo direta e indiretamente software livre e código aberto, algumas fascinantes, outras bem… esquisitas. Do lançamento do Raspberry Pi, uma placa minúscula para você fazer ao que quiser, passando pela popularização dos PCs em formato de pendrive, que hoje podem ser encomendados da China ou algumas lojas, e até mesmo do uso de placas arduino para… satisfação pessoal.

Claro que não pudemos falar de tudo o que rolou em 2012 no Tecnoblog, nem mesmo nessa retrospectiva, mas se você ainda não acredita que esse ano foi ótimo para o pinguim, acompanhe o vídeo que a Linux Foundation fez, mostrando alguns dos maiores destaques do ano:

E para 2013? Para o ano que vem esperamos que o Linux continue crescendo, não apenas com o apoio das empresas, mas também com iniciativas dos usuários. E que vocês continuem acompanhando tudo por aqui. 🙂

Retrospectiva 2012 no Tecnoblog: Apple | Banda larga e telefonia | Google | Jogos – Parte 1 e Parte 2 | Linux e software livre | Microsoft