Você que usa smartphone, tablet, e-reader e sei lá mais quantos gadgets no dia a dia, pode gostar desse novo aparelho: ele se chama YotaPhone e trata-se de um celular Android com uma tela LCD de um lado e uma tela e-ink do outro. Segundo a fabricante, a russa Yota, o objetivo do conceito é “entregar a informação que o usuários precisam, bem na hora que eles precisarem, sem precisarem apertar um botão ou desbloquear uma tela”.

Estranho? Nem tanto.

Os donos desse aparelho podem definir que tipo de informação aparecerá na tela de trás, podendo ser atualizações em redes sociais, notícias, eventos da agenda, e por aí via. E como a informação é atualizada automaticamente e a tela e-ink não se apaga, a informação vai estar sempre disponível para você, como um jornal de papel que vai se atualizando sozinho. Se o tamanho da tela não incomodar muito, você pode até usar a segunda tela como substituto de um e-reader.

Obviamente, existe o medo da segunda tela gastar muita bateria, mas cabe lembrar que o Kindle aguenta em torno de um mês sem recarga. A tela e-ink consome pouca energia, e mesmo a bateria de 2100mAh que virá com o smartphone deve ser mais do que suficiente para uso normal.

O vídeo abaixo, gravado pelo site russo MobileReview, mostra um pouco do funcionamento do aparelho.


(Vídeo no YouTube)

Infelizmente, a novidade ainda está longe de chegar e pode ser bem menos interessante na prática. O YotaPhone está prometido para o último trimestre de 2013 (se não houverem atrasos), esse é o primeiro smartphone desenvolvido pela Yota Devices, e a segunda tela exigiu que o design do aparelho sofresse algumas alterações esquisitas: o espaço para o cartão SIM foi combinado ao botão liga/desliga, por exemplo.

De qualquer forma, é um conceito interessante, e seria bacana ver uma tecnologia como essa aplicada em outros aparelhos. Quem sabe não se torne um padrão em 2014?

Com Informações: Android Police.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Kessler
[...]se não houverem houver atrasos
Edmilson
PS: Alguém mais notou que eles colocaram a câmera na parte de baixo do aparelho? usar o aparelho em pé para quê né?
Edmilson
Tive essa ideia ha tempos mas como sou pobre e preguiçoso não patenteei, mas meu objetivo não era a leitura e sim uma capa personalizável com grande facilidade via software.
William Bannach
Quantos erros de digitação nas matérias de hoje, senhor revisor da uma olhadinha melhor aí =p
Daniel Teixeira Dos Santos
Já usou algum dispositivo com eink? Geralmente a tela é fosca. Pode pegar à vontade que não fica mancha.
RamonGonz
eu não curto essas misturas não... acho que fica um monte de função meia-boca pra mim tablet é tablet (e pode ser e-reader) e smartphone é smartphone
TatoGomes
Vi há alguns dias um artigo sobre um case de iPhone que colocava uma tela e-ink na traseira. Salvo engano, era essa mesma empresa e o projeto ainda estava recolhendo doações. Eu acho uma ideia bacana para quem usa o smart para leitura (o que não é meu caso).
Felipe Rodrigues
Um problema seria a mão no aparelho, creio que seria desconfortável ter que segurar somente pelas bordas pra evitar de manchar a tela de baixo
João Vitor Gabler Forni
Interessante. Para quem precisa apenas checar as redes sociais, a tela e-ink pode permanecer ligada enquanto a tela principal só será utilizada quando for realizar alguma interação com o telefone. Poupa muita bateria considerando que o que mais utiliza a bateria de um Smartphone é a tela. O problema devem ser as specs do aparelho.
Marcelo Pinheiro
Ainda não consegui ver serventia nisso... Tomara que isso não se torne padrão em 2014, isso, sim...