Início » Arquivos » Telecomunicações » On Telecomunicações promete 4G para quatro cidades de São Paulo até março

On Telecomunicações promete 4G para quatro cidades de São Paulo até março

Lucas Braga Por

Além das quatro principais players de telefonia móvel brasileira (Claro, Oi, TIM e Vivo) e da Sky, uma outra operadora surgiu no leilão de 2,5 GHz realizado nesse ano pela Anatel, frequência que possibilita utilizar o 4G aqui no Brasil: é a Sunrise, que atua no interior de São Paulo com o serviço de TV por Assinatura da operadora Super TV. A operadora de George Soros atuará em TD-LTE com o nome de On Telecomunicações, oferecendo internet móvel para quatro cidades do interior de São Paulo até março do ano que vem.

O modelo de negócios apresentado pela operadora difere do que se espera das operadoras de telefonia. A On irá atuar com banda larga fixa: os modems serão do tamanho de home gateways tradicionais, como os utilizados na tecnologia ADSL ou Cabo. É a mesma forma que a Sky atualmente oferece banda larga em Brasília.

4G LTE pode chegar a 100 Mbps — clique para ver o infográfico especial

Como a banda larga é fixa, é possível projetar a rede para suprir a demanda de locais com maior concentração de assinantes e evitar gargalos, algo que ocorre atualmente com a tecnologia 3G. Mas o o presidente da On, Farès Nassar, prefere o termo “banda larga portátil”, e posso entender que será possível retirar o modem do domicílio e levar para outro, mesmo não sendo um equipamento tão portátil como um modem USB convencional.

A licença adquirida pela On permite que a operadora atue em até 133 cidades. Nas primeiras cidades (Itatiba, Louveira, Valinhos e Vinhedo), haverá entre trinta e quarenta antenas. A Huawei será a fornecedora; a operadora aproveitará as torres e a infraestrutura já existentes da rede MMDS da SuperTV, além de contar com infraestrutura compartilhada de outras operadoras.

Com informações: Teletime.

Atualizado às 19h23.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Djalmir Messias
Parece que eles estão fazendo um teste, atuando apenas em 4 cidades. Tomara que dê certo, afinal quanto mais concorrência, melhor. Além disso, se a empresa se especializar em cidade de pequeno e médio porte, o impacto que ela poderia causar nesta cidades é enorme. Espero que o modelo dê certo e que outras empresas espalhem o serviço pelo interior do país.
Alexandre Cinci
4 cidades? putz... Poderia ser 40 ne?
Thanara Corrêa
Tomara que realmente de certo, talvez assim alguns sortudos dessas cidades ai.. porque se oferecer 100 por cento do plano já é internet de primeiro mundo
lucasv_vieira
As cidades não estavam antes, o texto foi editado, mas vlw pelo destaque amigo.
Wallace Lima Dutra
"A licença adquirida pela On permite que a operadora atue em até 133 cidades. Nas primeiras cidades (Itatiba, Louveira, Valinhos e Vinhedo), haverá entre trinta e quarenta antenas"
lucasv_vieira
Tá, mas ... quais serão as 4 cidades do interior á receber primeiro o serviço?