O Project Glass ainda nem nasceu e pode estar prestes a ganhar um irmãozinho. O Google deu entrada no Escritório Central de Patentes dos EUA no pedido de registro de um novo relógio de pulso, que deverá servir de companhia para os óculos inteligentes que deverão chegar às prateleiras num futuro não tão distante.

Relógio: amiguinho do Glass

De acordo com os documentos, o relógio do gigante da web terá uma tela sensível ao toque que poderá ser levantada, com a função de “canalizar” as diversas das informações exibidas pelos óculos, como exibição de mapas, emails ou atualizações de redes sociais.

Diversas informações poderão ser vistas acima do aro do relógio, que também exibirá dados sobre produtos, anúncios e outros recursos que podem ser bem-vindos pelos usuários.

Atualmente já existem alguns relógios de pulso inteligentes no mercado, incluindo uns que rodam o Android. Interessante mesmo é constatar que o Google procura por um acessório para fazer companhia ao Glass — este sim uma revolução — e ao mesmo tempo tenta tornar seu uso mais “lógico” para um ser humano comum, concentrando informações num único lugar.

Ainda que um pedido de patentes não signifique que o produto será lançado, resta a pergunta: somando smartphone, óculos e relógio, será que já não são gadgets demais para sair de casa?

Com informações: CNET, Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

YanGM
Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee Coffee
Tecnodroid
João, respondendo a sua pergunta, acho que sim, são gadgets demais. Mas como não sabemos quanto tempo ainda vai levar para sair do papel, até lá, os relógios podem ser a nova onda... de repente os smartphones estarão ultrapassados e todos nós estaremos correndo pra comprar um novo relógio a cada ano, como fazemos com os smartphones hoje em dia. Mas a resposta exata saberemos quando sair do papel.