Espectadores fieis dos programas da Rede Globo poderão assisti-los também pela internet. A Globo.com anuncia um novo serviço chamado Globo.tv+, que funciona como uma espécie de Netflix para a programação da emissora mais assistida do país. Novelas e programas de auditório estão entre as atrações que o assinante assiste diretamente do computador, informa a emissora por meio de sua assessoria de comunicação.

“Avenida Brasil”, “Jornal Nacional”, além dos programas de Fausto Silva e Ana Maria Braga são publicados na internet por meio da plataforma. Ao pagar R$ 12,90 mensais, o assinante tem direito a assisti-los diretamente a partir da Globo.com, o braço de internet da Globo responsável pela comercialização do serviço. Séries que já saíram da grade de programação, como “A Cura” e “Os Normais”, também estão no acervo.

Cadastro do GloboTV+: precisa morar em Minas Gerais

Cadastro do GloboTV+: precisa morar em Minas Gerais

Curiosamente, é preciso ter uma conta na Globo.com para fazer a autenticação e acessar os vídeos. O portal de internet inclui, com a assinatura da Globo.tv+, um endereço de email com 10 GB de espaço para arquivos e anexos – quase o mesmo que o Gmail oferece gratuitamente; vale lembrar que, assim como o iG, a Globo.com adota as tecnologias de webmail do Google.

Hoje em dia existe o serviço Globo.tv, um site em que a Globo publica trechos de seus programas. O acesso é gratuito. O Globo.tv+, como o nome sugere, traz mais atrações (e na íntegra)

Outra curiosidade relacionada ao serviço: ele está disponível somente para assinantes do estado de Minas Gerais. A Globo justifica a restrição dizendo que a impõe “para conhecer as demandas do público e futuramente dimensionar e ajustar o produto para o mercado nacional”. Uma mensagem encaminhada para a redação do Tecnoblog, porém, confirma que o serviço funciona em todo o Brasil, ainda que a divulgação esteja restrita a Minas Gerais.

Não será possível acessar os conteúdos se o espectador estiver em outro país. A TV Globo Minas informa ainda que os vídeos sob demanda “têm patrocinadores e estas marcas aparecerão no Globo.tv+”.

Parece-me uma opção interessante para quem gosta dos programas da Globo, porém não está em cada no momento em que passam. Telejornais na íntegra entrar no ar depois de três horas e os programas do horário nobre, depois da meia-noite. Só não é uma opção para quem assina algum serviço de televisão paga com decodificador capaz de gravar programas. A vantagem do Globo.tv+ frente a Sky, Net ou qualquer outra operadora ainda permanece no acervo mais amplo.

Atualizado às 18h32.