Ceci n´est une dè (ou: Isso não é um dado)

Ceci n´est une dè (ou: Isso não é um dado)

Um estudo feito pelos pesquisadores Roger E. Bohn e James E. Short, da Universidade da Califórnia indica que cada norte-americano consome cerca de 34 GB de dados diariamente, entre navegação pela internet, TV, rádio, jogos, jornais ou livros, num total de 20 fontes de informação.

Para realizar os estudos os pesquisadores converteram medidas que normalmente passam longe do mundo digital – como páginas de jornais, por exemplo – em bytes, que logo viraram megas e gigabytes.

De acordo com as informações, em 2008 os súditos de vossa majestade Barack Obama consumiram 1,3 trilhões de horas de informações, o que na média dá cerca de 12 horas por dia para cada um. Segundo os dados, apesar do consumo de informações em horas ter aumentado apenas 2,6% em relação a 1980, o consumo de dados – vídeos ou imagens, por exemplo – vem subindo em média 5,4% desde então.

Ainda que meio esquecida por professores e palestrantes espertalhões de um tempo pra cá, a velha e boa televisão ainda é responsável por 60% do tempo gasto com informação nos EUA – e de quebra as imagens em alta definição ajudam a aumentar a conta dos gigabytes diários.

De qualquer maneira, os estudiosos apontam que os computadores “têm maiores efeitos quanto a alguns aspectos da informação e consumo, já que graças a eles pelo menos um terço das palavras e metade dos dados consumidos diariamente são interativos”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caio Alexandre
Acho que converter jornal de papel em bytes é estranho. (E na imagem não são dados, são caixinhas vermelhas com bolinhas brancas. :P )