Início / Arquivos / Celular /

Google libera aplicativo do YouTube para iOS

Rafael Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Em um dos betas do iOS 6 liberados para desenvolvedores nos últimos meses, a Apple mostrou que o aplicativo nativo do YouTube não estaria incluído no sistema devido ao fim do acordo com o Google. O Google, então, disse que criaria um aplicativo próprio (como o que existe no Android) para a plataforma. Hoje, durante a madrugada por algum motivo, o aplicativo foi liberado.

Quem já usou a versão móvel do YouTube ou passou o olho na versão para Android não vai notar grandes diferenças. A interface é bastante parecida, com exceção do painel lateral onde é possível escolher os canais para assistir e ajustar configurações. E nos vídeos em tela cheia alguns controles a mais também são exibidos. Fora isso, tudo bem similar – e um avanço considerável em relação ao aplicativo nativo que o iOS ainda tem.

A busca, como nos demais aplicativos do Google, tem autocompletar e suporte a entrada por voz. Ao fazer login o usuário tem acesso fácil aos canais em que inscreveu e aos últimos vídeos enviados. Também é possível assinar canais, postar comentários e dar like em vídeos. E as opções de compartilhamento de vídeo são vastas, embora o suporte para Facebook ainda esteja meio bugado. Basicamente tudo o que você já fazia na versão móvel.

Ainda existem alguns itens notoriamente faltantes. Você não pode, por exemplo, escolher qual a qualidade do vídeo será exibida, como é possível na versão móvel do site. Então quem está em 3G e tem limites de tráfego vai ter que usar o aplicativo com parcimônia – todos os vídeos tocam em 480p. Também não há uma versão específica para o iPad e não é possível fazer upload de vídeos por meio dele ou curtir em comentários, mas aposto que o Google já está trabalhando nessas funcionalidades.

O aplicativo é gratuito, tem 7,5 MB de tamanho e pode ser instalado em todos os iPhones atualmente vendidos (3GS, 4 e 4S), nos dois últimos modelos do iPod Touch e todos os iPad (em modo esticado, por enquanto), desde que os aparelhos rodem a versão 4.3 do iOS.

Dica do leitor Raphael Chaib (@MustaBR) no Twitter. Valeu, Musta!