Hoje a Amazon anunciou um misto de leitor de e-books com tablet, colocando mais um gadget na sua linha de Kindles. Chamado de Kindle Paperwhite, o leitor tem um design pouco diferente dos Kindles anteriores mas mantém uma grande tela sensível ao toque e que também é retroiluminada, algo que Jeff Bezos, CEO da Amazon, disse que foi fruto de 4 anos de desenvolvimento e pesquisa.

O Kindle Paperwhite tem esse nome porque a sua tela (com tecnologia Paperwhite) tem 25% mais contraste, 212 pixels por polegada e, segundo Jeff Bazos, “os brancos são mais brancos” nessa tela, o que soa estranhamente familiar com uma propaganda de sabão em pó. Nas suas medidas, ele tem 9,1 milímetros de espessura e pesa 213 gramas. Mas o que mais impressiona nesse novo leitor é o seu tempo de bateria: são 8 semanas direto antes de precisar de carga.

São duas versões do Kindle Paperwhite: uma com WiFi apenas e outra com 3G. A primeira versão custa 119 dólares e a segunda 179, ambas entram em venda hoje e começam a ser entregues a partir de 1º de outubro.

Os demais leitores continuam com o mesmo design, só ganharam algumas modificações internas de hardware. O Kindle “puro” custa 69 dólares e agora tem mais opções de fontes e texto mais nítido, o que indica que ele também tem uma tela melhorada. Já o Kindle Keyboard, que era o único com um teclado físico, deixou de existir.

Com informações: The Verge, Engadget.