Cinco dos maiores grupos que publicam jornais e revistas nos Estados Unidos anunciaram hoje que criarão um e-reader (leitor digital) em conjunto para suas publicações. O e-reader está prometido para 2010 e é uma resposta dessas empresas à toda crise que o meio impresso vem sofrendo com a internet.

São eles o Times Inc (revista Time), Condé Nast (revista Wired), News Corp (jornal Wall Street Journal), Hearst (revista Cosmopolitan) e Meridth (revista Better Homes). Todas as empresas possuem outras dezenas publicações e não raro seus tentáculos abrangem outras mídias como rádios, TVs e internet. Outras empresas de mídia poderão entrar neste grupo.

Vale lembrar que a Amazon com o seu Kindle já oferece essa possibilidade de vender conteúdo para e-reader. O New York Times lá fora e O Globo aqui no Brasil são duas publicações com conteúdos nele.

Sabe-se que há tempos as publicações impressas vem sofrendo com a concorrência da internet. Nos últimos dois anos centenas de jornais americanos fecharam as portas. E recentemente Rupert Murdoch, magnata da comunicação e dono da News Corp, atacou o Google (e seu Google News) por supostamente prejudicar suas operações online.

A briga é feia e era questão de tempo até que o lado do papel resolvesse se mexer. Se esse é o tão sonhado modelo de negócios que conseguirá trazer o conteúdo dos jornais e revistas de forma rentável para o mundo digital só o tempo dirá. [PC Magazine / Wired]