Início » Arquivos » Celular » Galaxy Note II chega com Jelly Bean e tela de 5,5 polegadas

Galaxy Note II chega com Jelly Bean e tela de 5,5 polegadas

Sucessor do Galaxy Note tem processador quad core de 1,6 GHz e 2 GB de RAM.

Paulo Higa Por

A Samsung finalmente revelou o Galaxy Note II, sucessor do foblet que vendeu mais de 10 milhões de unidades no mundo. Como os rumores apontavam, ele possui um design fortemente inspirado no Galaxy S III e tela de 5,5 polegadas. As especificações de hardware chegam a ser um exagero e incluem processador quad core de 1,6 GHz e 2 GB de RAM.

O Galaxy Note II roda Jelly Bean, última versão do Android que possui várias novidades e está mais fluído graças ao Project Butter. O sistema roda por baixo da camada TouchWiz, e isso é até bom: a Samsung incluiu, entre outros recursos, uma função de captura de tela em vídeo, que permite demonstrações ou criação de tutoriais, por exemplo. Também há um recurso chamado Popup Note, que exibe notas na tela mesmo enquanto outros aplicativos estão sendo usados.

Galaxy Note II tem tela de 5,5 polegadas

Assim como no lançamento do Galaxy Note original, a Samsung decidiu colocar um hardware poderoso no Galaxy Note II: ele chega com processador Exynos quad core de 1,6 GHz, 2 GB de RAM, câmera de 8 megapixels, tela Super AMOLED de 1280×720 pixels, conexão 4G LTE e versões com 16 GB, 32 GB ou 64 GB de armazenamento interno, que podem ser expandidos com um cartão microSD.

Para dar conta do processador e da tela, a bateria do Galaxy Note II é gigante e possui capacidade de 3.100 mAh, mas essa característica não afetou a espessura do aparelho, que ficou com 9,4 milímetros. O peso é de 180 gramas, apenas dois a mais que o Galaxy Note original. E ele ainda ficou menos largo, o que deve ajudar a segurar o aparelho.

A caneta S Pen, um dos principais diferenciais, ganhou um novo design e não precisará nem ser encostada na tela: o Galaxy Note II vem com um recurso chamado Air View. Se você posicionar a caneta cerca de dez milímetros acima da superfície do visor, o aparelho exibirá pré-visualizações. Assim, dá para ampliar uma foto ou ver mais detalhes de um email instantaneamente, sem precisar carregar outra tela (que, aliás, reconhece 256 níveis de pressão diferentes).

A fabricante coreana ainda não divulgou os preços oficiais e nem quando ele estará disponível nas lojas, mas, considerando que o Galaxy S III chegou ao Brasil por R$ 2.099 e o Galaxy Note II tem um hardware ainda melhor, não espere que ele seja um aparelho acessível. De acordo com o ZTOP, o aparelho terá fabricação nacional e será liberado por aqui em outubro.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

luiz carlo storck
se for fabricado tambem no Brasil. e se sair com a tv digital vai vender igual agua..
Thássius Veloso
Isso mesmo. Considero o Galaxy Note como um smartphone graúdo. Você não tem nele a experiência de um tablet.
Ramon Melo
Chorem, brasileiros: o Note II vai custar R$1650 na Alemanha: http://www.gsmarena.com/samsung_n7100_galaxy_note_ii_to_cost_63990_in_germany_-news-4723.php Mas os alemães não precisam ficar assustados, pois a Vodafone vai oferecê-lo no contrato de dois anos por módicos 200 reais. A assinatura mensal mínima é de R$115 e inclui ligações ilimitadas para celulares da mesma operadora e fixos, 3000 mensagens de texto para qualquer operadora e 500MB de dados 3G+ (após esse limite, a velocidade cai para 64kb/s): http://shop.vodafone.de/Shop/smartphone-tarife/superflat-internet-plus/
RamonGonz
Verdade, eu concluí equivocadamente que a escolha dele era pela resolução valeu!
Ramon Melo
A linha Note contém apps que abrem no modo janela, ou seja, é possível utilizar múltiplos apps simultaneamente na mesma tela, sem precisar alternar entre eles. Por exemplo, é possível assistir um filme Full HD numa janela enquanto navega pela internet ou edita uma apresentação com a S Pen. Nesse sentido, os quatro cores fazem uma grande diferença, já que com o Nexus não consigo fazer a mesma coisa (o vídeo roda bem, mas o navegador fica mais lento). Já os 2GB de RAM eu não sei, nunca usei um aparelho com tudo isso de RAM.
Ramon Melo
Eu acho que o preço influiu mais na decisão dele. A experiência não vai ser diferente pelo número de cores, o Note I já é rápido o suficiente. O que mudou mesmo são os truques que a S Pen aprendeu, isso sim talvez faça falta no Note I. Como não usei o novo, porém, essa é só uma suposição minha.
Ramon Melo
Recomendo o review do Thássius aqui no TB: http://tecnoblog.net/95016/samsung-galaxy-note-review/ Para ele, é um smartphone e não um tablet.
Ramon Melo
Sempre coube. Pelo menos o meu Galaxy Player de 5" (que é mais espesso que o Note) nunca teve problemas para ser guardado nos bolsos.
Ramon Melo
Creio eu que Geforce só nos chipsets da Nvidia.
Tiago C. Araújo
Belíssimo, nunca vi nada igual no mercado... ops.. desculpa, retangular com bordas arredondadas??? Aaaffffff, APPLE vai apelar pra mamãe EUA.
Júlio Netto
Falta ainda a Nokia e a Motorola, dia 05 de setembro.
RamonGonz
Desculpa ai, mas vc vai trocar 4 cores por 2 e prefere a metade de RAM por causa de 80 pixels de resolução? pela madrugada...
Sérgio Virgilio
Poxa, não sabia! legal haha =]
Bruno Amorim
Necessito sim. MALI esquenta absurdamente no GNote I Além do que Jogos para MALI são bem difíceis. Jogos para Adreno são mais Comuns. Porém acharia ideal o ULP GeForce e seus núcleos(Mesma usada no Nexus 7)
John
Estou tentando antes entender em qual categoria o trambolho se encaixa.
Exibir mais comentários