Já fazem exatas seis semanas que a Mozilla liberou o Firefox 14 para download na web, então mais um ciclo de desenvolvimento da versão seguinte do navegador foi encerrada. O Firefox 15, que foi lançado oficialmente hoje, trouxe na bagagem a já esperada melhoria no gerenciamento de memória e algumas novidades, tanto na versão para desktop quanto na sua versão para dispositivos móveis.

De acordo com o ExtremeTech, o Firefox 15 resolve finalmente o problema de vazamento de memória RAM causado por extensões. Há também o prometido leitor de PDFs embutido no navegador, mas ele precisa ser ativado no about:config (mudando a chave pdfjs.disabled para false) para funcionar.

Essa versão também tem suporte ao protocolo SPDYv3 e tem uma melhor atualização em segundo plano. O Firefox anterior já tinha a opção de atualização silenciosa, mas no Firefox 15 ela fica ainda mais discreta: assim como no Chrome, as atualizações são baixadas em segundo plano e aplicadas quando o navegador é fechado. Sem a necessidade de passar por caixas de diálogos, o que deve evitar a fadiga de muitos usuários do Firefox.

O Firefox 15 pode ser baixado na página do navegador ou, para quem já usa o Firefox 14, é possível receber a atualização direto do menu Ajuda -> Sobre do navegador.

A empresa também disponibilizou uma nova versão do Firefox para tablets e smartphones Android na loja oficial do Google. Essa nova versão conta com importação de favoritos e histórico do navegador padrão do sistema, uma interface nativa para tablets e duas novas opções: a de buscar itens na página e um botão no menu para visualizar a versão desktop dos sites que forem acessados.

O Firefox 16, que será lançado em outubro, já tem outras cartas na manga.

Uma versão anterior desse texto dizia que o lançamento do Firefox seria apenas amanhã, mas a Mozilla decidiu lançá-lo hoje mesmo. O texto foi alterado para refletir essa nova informação.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@LBKatan
Nossa, cara. Vocês se irritam com tanta coisa boba. Que diferença faz se é 14 ou 7.2.3?! A preocupação deveria ser com o sistema, não com um número que diz qual é a versão.
YanGM
Funciona que é uma beleza, pelo menos no OSX eu faço isso que você disse, acessar a barra de endereços no fullscreen (total). Tem muita extensão na galeria que resolve esses problemas, é só procurar que você acha, sabia?
Ibrahim Cássio
"Full screen no Chrome funciona que é uma beleza" Como é que é? Ah, sim! Mas quem é que sente falta da barra de endereços quando o Chrome está em full screen, não é mesmo? Pelo jeito você não sente. Sou o único coitado que não precisa da barra de endereços para ir para algum outro site no modo full screen, coisa que é muito bem resolvida em todos, absolutamente todos os outros navegadores. Não, não quero fazer das minhas abas uma penteadeira de mulher da vida, quero apenas uma solução mais prática, onde eu não me perca entre as 30 abertas aqui agora mesmo. Uso o Chrome, pois apesar de todas essas "falhas", ainda é meu navegador favorito. Afinal, não há nada perfeito, e ele é o menos imperfeito entre todos.
Navegador Mokafoox
Aqui não sofro com os bugs do Gmail e o JavaScript esta legal também...
Navegador Mokafoox
Não estou tendo problemas com as extensões nas últimas versões...
@mos_axz
Mas no Chrome é invisível e as extensões continuam funcionando. Enquanto no FF TODA VERSÃO NOVA tem que instalar novas extensões.
Forbidden_404
Aqui acontece, uso o Firefox por que estou tentando simplificar o uso de apps e diminuir o consumo de RAM, mas o Chrome não trava nada, enquanto o Firefox dá seus lags chatos em todos os OS's que eu uso
Guilherme Macedo C.
Aqui jamais aconteceu isso O_o
Petter
Infelizmente não é lenda, o processamento de JavaScript é um horror, experimente abrir um site ou sistema que utiliza largamente Ajax, o Firefox se enrola todo. Tirando o fato de que existe um bug no Gmail referente ao processamento de JavaScript há anos e ninguém resolveu ainda.
Petter
Realmente, essa onda de atualização por cada vírgula nova de código é irritante, começou com o Chrome, passou para o Firefox e pelo jeito vai parar ocorrendo o mesmo com o Internet Explorer.
YanGM
Full screen do chrome funciona que é uma beleza, e se quer penteadeira de mulher da vida em nova tab tem um tal de Incredible StartPage que faz isso. E o consumo de memória do Firefox melhorou, mas o browser continua pouco fluído.
Shyde
O Firefox 14 ficou uma bala aqui! Abre mais rápido que o Chrome. Gostei bastante, vamos ver o 15! :)
YanGM
Mesmo assim o navegador não ganha fluidez. Do que adianta consumir 2MB de ram se engasga até para abrir?
Ibrahim Cássio
Nessa velocidade o Chrome e Firefox chegarão às versões 99+ até o fim de 2013 SEM NENHUMA MUDANÇA OU MELHORIA SIGNIFICATIVA QUE JUSTIFIQUE UMA NOVA VERSÃO. Cadê um modo full screen decente (tão pedido pelos usuários há anos), Chrome? Cadê recursos novos para abas, Chrome? Melhoria no consumo de memória pelo Firefox, alguém viu? Esses navegadores estão patinando no chorume.
Renato Mendes
Voce deixou de usar o firefox por causa do grande número de atualizações sem muita relevância, e agora usa o chrome? Voce tem um sério problema de coerência Foi o chrome que inaugurou essa prática.
Exibir mais comentários