Gigante do varejo virtual e gigante do armazenamento de dados na rede. A Amazon anuncia nessa semana um novo serviço para salvar arquivos em sua grande e poderosa nuvem – tão usada que, quando dá problema, atrapalha até os usuários de outras companhias enormes, como Foursquare e Instagram. O Amazon Glacier tem um foco diferente: armazenar arquivos que serão pouco acessados depois de enviados para o servidor.

Sabe aquele monte de arquivos que você mantém no seu computador apenas por manter, mas que na verdade a probabilidade de serem necessários cai dia após dia? Glacier foi anunciado pensando nesse necessário. Documentos regulatórios, informações de saúde, arquivos de mídia e backups de base de dados antigas estão entre as aplicações previstas para o Glacier. O preço: 1 centavo de dólar por gigabyte armazenado no mês. Custos de transferência não foram informados.

O serviço chega para complementar o portfólio de produtos da Amazon Web Services, muito utilizado por desenvolvedores devido ao preço e à ampla disponibilidade. Nosso intrépido Gus Fune lembra que o S3, para armazenamento de arquivos pessoais ou de acesso público (com redundância geográfica ou não); EC2 para computação on demand com VM (Virtual Machine, a famosa máquina virtual); e CloudFront para CDN.

Leia também sobre a importância da chegada Amazon AWS ao Brasil com servidor em território nacional.

O Amazon Glacier não tem disponibilidade na região do Brasil. Só Estados Unidos (várias localidades), Europa e Ásia-Pacífico (em Tóquio, Japão).

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel Ramos
N sei se minha conta está errada, acho mto provável que não, mas onde vc achou um HD de 1TB por R$120?
@ryuzakixd
Ué, quando eu entrei no site deles eu vi os preços para tráfego. Upload era gratuito. Download era por faixas. Até 5% da sua média de upload é grátis pra baixar. Acima disso, era mais de 10 cents por Gb, para os primeiros 1000Gb, baixando gradualmente até a casa dos petabytes. Fazendo as contas para 1Tb de armazenamento durante 1 ano, sem retirar dados, sai praticamente o preço de um HD de 1Tb aqui no Brasil, ou de um HD de 2Tb lá fora. Para quem quer apenas armazenamento, não compensa. Para quem precisa de segurança extra, pode valer apena como método adicional de proteção. Quem garante que um serviço desse não será alvo de uma campanha parecida com a do Megaupload? Quem garante que a Amazon vai durar pra sempre?
Erick
Putz, perfeito pro backup aqui das coisas. Pena que Brasil ficou de escanteio, coisa feia hein Amazon?
Henrique P.
Não é um serviço que precisamos que seja localizado aqui. Pra backup não se precisa de latência baixa, então storage nos EUA tá de bom tamanho. Além do quê, todo serviço da AWS no Brasil é quase o dobro (EC2 por exemplo) do que cobram em outros datacenters.
@fecolinhares
Custos de Transferências: Solicitações de UPLOAD e RETRIEVAL $0.050 por 1.000 solicitações. Basicamente comparando ao S3 da própria amazon, o Glacier cobra menos por espaço, mas mais por transferência. Iria ser bacana se o dropbox (que utiliza o s3 para armazenar os arquivos) passasse à utilizar o Glacier, talvez (sonhando alto) a redução no custo fosse repassado aos usuários =]