Os fabricantes OEM certamente não ficaram nada felizes com a entrada da Microsoft no mercado de hardware com o tablet Surface, mas até agora as empresas não haviam declarado sua insatisfação. Isso acaba de mudar: JT Wang, CEO da Acer, abriu a boca e criticou publicamente a nova estratégia da Microsoft, afirmando que esses planos poderiam criar um “impacto negativo” no ecossistema de PCs.

Nesta segunda-feira (6), Wang revelou ao Financial Times o que disse para a Microsoft sobre o Surface: “Pense duas vezes. Ele vai criar um impacto negativo enorme para o ecossistema e outras marcas podem ter uma reação negativa. Essa não é uma área em que você é boa, então pense duas vezes”. Eu não estava lá para ouvir, mas o tom parece meio ameaçador.

Surface, o tablet que está causando brigas entre a Microsoft e os fabricantes OEM

O presidente de operações globais de computadores pessoais (respira!) da Acer, Campbell Kan, declarou que sua empresa ainda está discutindo internamente como criar um produto à altura do Surface. “Se a Microsoft… está entrando no mercado de hardware, o que devemos fazer? Devemos continuar dependendo da Microsoft? Ou encontrar outras alternativas?”, disse o executivo.

O descontentamento dos OEMs é compreensível. Nas últimas duas décadas, a Microsoft formou uma grande parceria com os fabricantes, que montavam seus PCs, instalavam o Windows e vendiam as máquinas ao consumidor final. Com a entrada da Microsoft nesse mercado, os atuais fabricantes poderão brigar com uma concorrente muito forte, afinal, ninguém conhece o Windows melhor que a própria Microsoft.

É muito provável que as vendas dos OEMs diminuam com a entrada da Microsoft, mas não acho que isso possa causar crises ou falências. Os fabricantes poderão continuar montando seus próprios PCs com Windows; não há nenhuma restrição da Microsoft quanto a isso. Apenas façam produtos melhores que os da Microsoft e as pessoas continuarão comprando seus PCs, queridos fabricantes.

Com informações: Financial Times.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@fabioql80
A mesma coisa falaram quando ia lançar o Windows 7, e deu no que deu...
YanGM
Comparando com a 1.5 da Motorola... hmmm melhor rever os meus conceitos.
YanGM
Android 2.1, 2.2 e 2.3 são os que mais tem cara de transição, a 2.2 principalmente. Eles ficavam mudando uma coisa ou outra em cada versão e a 2.2 ficou parecendo depois da 2.3 um remix da 2.1 com a 2.3. Resumindo, era uma lambança.
Ramon Melo
A propósito, eu estou com o Android puro há 4 dias e sinto uma falta imensa do TouchWiz...
Ramon Melo
Essa é a lógica do mundo: quem sabe, faz; quem não sabe, mimimiza.
Ramon Melo
Quem liga para "Android puro" são os geeks, que representam uma parcela muito pequena do mercado consumidor. Para o usuário comum, tablet é só para ler livros, quadrinhos e revistas, assistir vídeos, navegar na web e redes sociais e dar uma olhada nos emails. O Kindle Fire e o Nook eram umas bostas, mas faziam tudo isso por um preço muito baixo, então valiam a pena. O Nexus 7 está vendendo bem não por ser inovador, mas por causa da atenção que está recebendo. Não que o produto não seja bom, mas não é o fato de ser bom ou não que faz ele vender bem. Há não muito tempo atrás, uma empresa lançou um celular que não fazia ligações, e mesmo assim isso não o impediu de ser o maior sucesso do ano. Pense nisso: qualidade != inovação != sucesso de vendas.
Ramon Melo
Dá uma olhada nos links que eu postei, Rennan. A quantidade de problemas do X360 superava a do PS3 e do Wii SOMADOS. Até hoje, o X360 ainda é o console com maior failure rate da geração. Não vou nem adicionar o Kin à equação, para a coisa não ficar feia para a MS. Não é incomum encontrar early adopters que já estão no terceiro X360.. Eu hoje tenho um X360, mas preferi esperar várias gerações (e o Kinect) até comprar o meu.
Gabriel
Bom, eu achava a interface do Android 2.3 feia, chata e lenta. :D A versão 4.1 "encerrou" o Android para mim, o sistema ficou bonito e rápido para um hardware padrão, se considerarmos o Galaxy Nexus um hardware bom mas não excepcional. Nunca gostei desses fandroids chatos, mas o Android é o melhor somando os pontos fortes e fracos das plataformas.
Gaba
Os Mid e Low's da Acer, pelo menos os que já usei (que foram uns 5 modelos já), são ótimos em termos de hardware.
YanGM
Depende, tem umas funcionárias bem interessantes por lá...
YanGM
Cartão de memória é um veneno para qualquer dispositivo, até o meu Nokia 5200 ficava mais lento quando colocava um cartão de memória alternativo. Para mim, todas as empresas que baniram essa bagacinha estão de parabéns, menos a MSFT que voltou atrás e está dando suporte a SD. Nexus não é só atualizações rápidas, é também o Android puro, sem frescuras de nenhuma fabricante. O Nook roda um Android altamente modificado, e tem uma gama de Apps bem menor se comparado aos apps que rodam no Nexus 7.
YanGM
Em termos visuais o Android já ficou bom na 3.0, em termos de velocidade ele já era bom na 2.3, mas quando "juntaram" esses dois mundos e deram uma polida adicional saiu a 4.0 "épicamente épica". O Android deveria ter sido assim desde o começo.
@LBKatan
Concordo com você. Por mais que eu nunca tenha visto uma máquina BOA da Acer, por mais que ela, pra mim, pareça uma empresa de fundo de quintal =P, eu sei que NÃO É. E não estou falando disso só porque gosto do Ubuntu. Sei que tem outras maravilhosas por aí.
ac
:o
ricardo
O problema é a Microsoft concorrer com seus próprios clientes. Ela pode sim estar dando um tiro no pé ao ludibriar seus parceiros comerciais, entre eles a Acer, que tem o direito de expressar sua indignação.
Exibir mais comentários