Início » Arquivos » Aplicativos e Software » Aplicativos do Windows 8 poderão ser testados por sete dias

Aplicativos do Windows 8 poderão ser testados por sete dias

Windows Store cobra 30% de comissão do desenvolvedor do aplicativo.

Paulo Higa Por

A Microsoft detalhou o funcionamento da Windows Store na sexta-feira (20). Em um post voltado para desenvolvedores, a empresa informou o preço mínimo dos aplicativos, a porcentagem de comissão, o programa de anúncios e outros detalhes. Uma das notícias mais bacanas é o recurso de experimentação: um botão permitirá que um aplicativo pago seja utilizado por até 7 dias.

Usuário do Windows 8 pode testar aplicativo por até 7 dias | Clique para ampliar

A função de testar aplicativo já existe no Windows Phone, mas de uma maneira um pouco diferente. Na página de aplicativo no Marketplace, há um botão “Experimentar” ao lado do botão “Comprar”. Utilizando a experimentação, o usuário baixa uma versão limitada do aplicativo, sem limite de tempo, geralmente com menos recursos ou com anúncios – é como no Google Play, só que organizado, sem um aplicativo adicional só para a versão gratuita.

No Windows 8, os desenvolvedores poderão optar por oferecer sete dias de uso grátis do aplicativo. Selecionando essa opção, a Microsoft fornece um gráfico com a porcentagem dos usuários que adquiriram o aplicativo e uma série de APIs para incentivar a compra do programa. Tanto a versão gratuita quanto a versão paga utilizarão a mesma base de código. Isso permite que a migração seja feita de maneira suave se o usuário comprar o software, sem precisar reinstalar o aplicativo ou restaurar configurações.

Taxa de conversão fixa na Windows Store | Clique para ampliar

Assim como no Windows Phone, a taxa de conversão de moeda na Windows Store deverá ser fixa. No Android, o preço em reais varia de acordo com a cotação do dólar, então é comum um aplicativo custar R$ 1,99 hoje e R$ 2,07 amanhã. No Windows 8, um aplicativo de US$ 9,99 poderá custar exatamente R$ 16,99 no Brasil, independente da variação cambial. Isso é ruim num cenário de queda do dólar, mas pelo menos evita surpresas na fatura do cartão de crédito.

A comissão da Microsoft é de 30% por aplicativo vendido. Quando o desenvolvedor ultrapassar US$ 25 mil na venda do software, esse percentual cai para 20%. O desenvolvedor recebe o dinheiro 30 dias após a compra pelo usuário. Para que o dinheiro caia na conta do programador, é necessário atingir no mínimo US$ 200. E os aplicativos podem ser vendidos com preços que variam entre US$ 1,49 e US$ 999,99.

Demonstração das In-app purchases no Windows 8 | Clique para ampliar

Os aplicativos do Windows 8 suportarão vários recursos disponíveis nos outros sistemas, como anúncios em aplicativos gratuitos e microtransações para compras dentro do próprio aplicativo. No final do post, a Microsoft incentiva a criação de aplicativos para o sistema, citando as mais de 630 milhões de licenças do Windows vendidas até hoje nos mais de 200 países ao redor do mundo. Tá aí uma boa oportunidade de ficar rico.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@LBKatan
E a pirataria não morre. =D
@daniloficial
lembrando a questão de ficar rico podendo criar um programa, é um pouco difícil é fácil para quem tem mente de cientista e para quem estudou todos os detalhes sobre o assunto.
@daniloficial
as notícias dos aplicativos o windows pode ser testados por sete dias fiquei alegre mais quando vi que as fotos da windows store fiquei decpcionado com o site da microsoft store os outros sites> google play e apple store são bem mais bonitos e bem mais personalizados, deve que a microsoft quiz implantar a mesma interface usada no windows 8 no aplicativo para relembrar o sistema operacional já que o aplicativo vendo programas do windows 8.
@daniellucena
sim e custa BRL80 mas ainda não está aberto a todos.
Luandersonn
Obviamente vai ter gente querendo piratear aplicativo, mas não vi graça na piada.
Lucas Herrera
Programas que utilizam Metro só podem ser distribuídos pela loja do Windows? Eu não vi isso escrito em lugar nenhum, tem certeza?
Álvaro Rutz
Como é com o Windows Phone, creio que sim, até porque o Brasil é um dos mercados em que a Microsoft atua.
Lucas Herrera
O Google já pensou uma maneira de resolver isso. Ele quer colocar o download inteiro no Google Play, aí depois que o cara faz o download ele pode usar os 15 minutos pra experimentar jogando efetivamente. Já vi alguns jogos novos que estão fazendo dessa maneira.
Lucas Herrera
Eu acho meio difícil aumentarem esse tempo pra 7 dias. Os jogos pra celular não costumam ser muito longos, um cara empenhado consegue terminar o jogo em algumas horas. Aí depois o cara devolve e não paga pelo jogo. O Google está resolvendo esse problema aumentando o limite dos downloads do Google Play. Os novos jogos já estão saindo com downloads gigantes direto no Google Play, Aí depois que terminar de baixar o jogo inteiro tem os 15 minutos pra fazer o teste, sendo que esses 15 minutos espera-se que seja experimentando o jogo propriamente dito, não fazendo download.
Álvaro Rutz
Eu nunca fui de comprar software para desktop (ao menos no Windows, não achava uma forma decente e organizada de fazer isso), mas parece que esses dias acabaram, gastei dinheiro demais na loja do Windows Phone, parece que farei o mesmo na Windows Store! :D
@rodrigorsena
Mas a Store vai esta disponível para nos em português Brasil e vai da para pagar com cartão de credito nacional?
felipe
alguem ai sabe me dizer se precisa ter uma conta de desenvolvedor ? ou é so usar meu @hotmail.com !? pra google tu paga 25$, pra apple 99$ , pra MS (windows phone) tb 99$ ..
felipe
sim, isso até existir uma store alternativa, pq até onde sei , a MS tb tem um filtro de oque pode ser postado ou nao na Windows Store .. e entao vai surgia um cydia pra windows !
Turdin
E eu esperando ansiosamente o WIndows 8 RTM *-*
Gabriel Arruda
Isso ai Windows 8, não me decepcione...você é a chave para abandonar os preços absurdo da Apple no Brasil. :D
Exibir mais comentários