Cá no Brasil temos uma agência reguladora que precisa proibir a venda de novas linhas de telefonia móvel. Enquanto isso, na Coreia do Sul, as autoridades comemoram penetração superior a 100% da internet banda larga sem fio. São 100,6 assinaturas dessa modalidade de internet para 100 habitantes, de acordo com números do órgão OECD.

Do outro lado

Essa é a primeira vez que um país integrante da OECD ultrapassa 100% de penetração da banda larga wireless. Embora não englobe todas as nações, aquelas consideradas mais ricas aparecem no ranking da entidade, o que nos leva a crer que os países que ficam de fora — Brasil também — não fariam diferença.

As assinaturas de banda larga para celular ficam na casa de 47,6 por 100 habitantes. Os planos somente de dados em alta velocidade e sem fio ocorrem com penetração de 53,1 assinaturas para 100 habitantes.

É evidente que não há mais assinantes de internet que habitantes naquele distante país, o qual eu desejo conhecer um dia. Às vezes a mesma pessoa assina vários planos por motivos que não nos interessam. Fenômeno similar se repete em alguns UFs onde a telefonia móvel ultrapassou a marca de uma linha por habitante. Salvo engano, é assim no Distrito Federal (e eu apostaria algumas marmeladas que o contraventor Carlos Cachoeira contribuiu para o quadro).

A OECD não deu informações sobre a velocidade da banda larga sem fio no país.

Vale lembrar que a Coreia do Sul não é um país rico desde sempre. Conseguiram realizar uma reforma na educação lá pelos anos 1970. Oito horas por dia na escola, 80% de estudantes na universidade. Parece que essa é a receita do sucesso para reconstruir um país com o que há de melhor.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

YanGM
O povo brasileiro esta mais preocupado em saber o que vai acontecer na Avenida Brasil do que o que acontece dentro de casa.
YanGM
O grande problema é que deram bolsa família e não deram uma educação de qualidade junto. Tem muito "guri" que vai pra escola só para comer merenda e ganhar bolsa família, nem um pouco interessado nos estudos ou a escola nem tem condições de dar tal estudo. E o brasileiro, como sempre, contenta-se em viver com migalhas.
Richard
"Explicação para este feito. Se no Brasil conseguirmos algo deste tipo, nossos filhos viveram num país como a Coreia do Sul." Em uma ditadura?
@daniloficial
enquanto aquim no brasil vendem computadores uma porcaria e desenvolvem programas de computadores para dar dor de cabeça na gente para lá pro japão ou países vizinhos e também estados unidos sempre foi melhor em termos de tecnologia e continuára sendo mas, é claro se a crise por lá de dinheiro, de dívidas com outros países não continuarem aumentando!
Pierre
Conheci um coreano em um hotel no nordeste essa semana, ele falou que havia fugido de porto alegre no inverno porque era muito frio. Perguntei se na coreia não fazia mais frio, ele disse que sim, mas que nem se percebe, pq todo lugar por lá tem aquecimento artificial. E por aqui a gente consegue até passar calor e frio no mesmo dia. Desisto desse país ):
caRIOca
Então tá bom, vamos comparar então Rio de Janeiro ou São Paulo com Seul. Será que ainda é injusto?
@tiagocosta
Perfeita colocação Leon. Não cabe esse tipo de preconceito ignorante numa opinião pública. Ao menos não deveria caber... Sobre a tele densidade, já explanei acima o que qualquer um que se atreva a escrever deveria saber.
Rennan Alves
Eu entendo o seu ponto, mas comparações precisam ser feitas para trazer novas metodologias. Se seguirmos a máxima de que não é justo realizar comparações devido a determinado fator x ou y, ficaremos na mesmice quanto a abordagens e métodos para minimizar os problemas no país.
Lucas Herrera
É consequência do desenvolvimento, isso é lógico também. Eu só falei que acho que devia ser comparado com os EUA que tem mais ou menos o tamanho do Brasil, não com a Coréia do Sul. Deve caber mais de 10 coréias dentro do Brasil, por isso eu continuo achando uma comparação besta.
Turdin
Olha, em algumas coisas extensão territorial prejudica muito sim! Mas é fato que o problema real do Brasil são os brasileiros...
Rennan Alves
"Tamanho é irrelevante quando têm-se uma boa gestão." A mesma frase também se aplica à este comentário. A questão da Internet, de certa forma, é consequência do desenvolvimento. A fibra óptica já existe a mais de 30 anos no Brasil, o backbone óptico da Eletronet (que já decretou falência) conecta grandes capitais brasileiras como Fortaleza até Porto Alegre por exemplo. Há uns dois ou três anos fala-se do reaproveitamento dessa fibra para a banda larga popular. Tudo, como sempre, é uma questão de gestão.
Aniel
Existe sim, é de iniciativa federal mas a escola tem que se inscrever diretamente com o mec. A meta até 2013 é chegar a 50% do ensino básico do país atendidos pelo programa. http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=16690&Itemid=1115
Lucas Herrera
Não estou falando da questão do desenvolvimento, estou falando especificamente da questão da Internet. É muito mais fácil cabear um país do tamanho da Coréia com fibra ótica do que um país do tamanho do Brasil.
Felipe Lima
relaxa cada.. assiste sua novela e o futebol! O povo brasileiro esta mais preocupado em saber o que vai acontecer na Avenida Brasil que com os processos do mensalao!
diogod
Você acha mesmo que porcausa de Olimpíadas, Copa do Mundo, o Brasil vai investir em educação? Exatamente o contrário, vai-se investir em tudo menos educação.
Exibir mais comentários