Início / Arquivos / Aplicativos e Software /

Firefox 16 tem painel de downloads e melhorias de desempenho

Versão de desenvolvimento tem novo leitor de PDF e consome menos memória.

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O Firefox 14 foi liberado na semana passada, mas os desenvolvedores da Mozilla já trabalham para trazer otimizações e recursos para a versão 16 do navegador. A versão de desenvolvimento possui um novo painel de downloads, melhorias no leitor de PDF nativo, pequenas mudanças na barra de endereços e informações mais detalhadas sobre o consumo de memória do navegador.

O leitor de PDF nativo, inicialmente previsto para ser lançado no Firefox 14, deve aparecer apenas na versão 15. Ainda há muito trabalho para ser feito: o recurso atualmente é classificado como “experimental”. No Firefox 16, o leitor está com uma interface bem mais agradável, principalmente comparada com a imagem que mostramos em março.

Firefox 16 tem novo painel de downloads e leitor de PDF nativo | Clique para ampliar

A janela de downloads, que aparecia sempre que um arquivo era baixado, não existe mais. As informações agora estão disponíveis num painel que pode ser acessado através de um botão dinâmico na barra de ferramentas do Firefox. Esse botão exibe o tempo restante para o término dos downloads e a barra de progresso.

Quando era comum termos apenas 512 MB ou 1 GB de RAM nos PCs, o Firefox foi bastante criticado por consumir muita memória. A Mozilla tentou mudar isso nas últimas versões e o Firefox 16 traz novidades na completa página about:memory, que agora exibe o consumo de RAM por aba. Também há um botão para minimizar o consumo de RAM forçando a ação do “coletor de lixo” e ele parece funcionar bem: na redação do Tecnoblog, o uso de memória caiu de 415 MB para 340 MB com cinco abas abertas.

about:memory traz informações detalhadas do consumo de RAM | Clique para ampliar

O Firefox 16, previsto para ser lançado em outubro, conta com melhorias no “coletor de lixo” para diminuir o consumo de RAM do navegador; não aceita mais hashes MD5 em certificados de segurança e a barra de endereços agora destaca o termo que você está digitando. Aos desenvolvedores, o navegador suporta novos recursos do CSS3 e possui uma barra de ferramentas.

Se você ficou interessado nos novos recursos e não quer esperar até outubro, baixe o Firefox Aurora neste link. Como diz a própria Mozilla, esta é uma versão de desenvolvimento e traz “um ambiente instável que não é para os fracos de coração”. É uma boa ideia fazer backup do seu perfil antes de instalar a nova versão.

Com informações: Softpedia.