Início / Arquivos / Antivírus e Segurança /

Microsoft vai acabar com os gadgets virtuais do Windows por questões de segurança

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Parece que os gadgets e a sidebar do Windows Vista e do Windows 7 não são o ambiente mais seguro do mundo. Mais uma edição da conferência Black Hat se aproxima com direito a pesquisadores anunciando semanas antes que uma grande brecha no sistema da Microsoft será revelada durante o evento. Justamente brechas nos elementos interativos dos gadgets virtuais e da sidebar (a barra lateral que geralmente fica à direita da tela).

Gadgets no Windows 7

Gadgets no Windows 7

O pessoal da ZDNet falou com os pesquisadores sobre o assunto. De acordo com eles, os gadgets dependem basicamente de três tecnologias: JavaScript, CSS e HTML. Aquilo que a gente está habituado a ver na internet tanto em sites como nos chamados web-apps. Eles pretendem expor o resultado da pesquisa durante a conferência e mostrar as brechas que encontraram nos gadgets que já estão disponíveis para download.

A Microsoft removeu os gadgets virtuais no Windows 8, próxima versão do sistema operacional que deve aparecer nas lojas no segundo semestre. Nessa semana a companhia postou na Technet orientações para que os sysadmins bloqueiem a instalação e execução de gadgets virtuais com um clique.

Considere que o Desktop será uma janela dentro do Windows 8 para executar aplicativos com visual que não foi adaptado para a Metro UI. Manter os gadgets, uma camada acima do Desktop, deixaria essa experiência de uso ainda mais complicada. Portanto, a meu ver, faz sentido que a companhia deixe este recurso de lado. É bem verdade que os apps de Metro são baseados nas mesmas tecnologias JS, CSS e HTML, mas agora há uma Windows Store cuidando para que os malwares não cheguem até o usuário.