Início / Arquivos / Gadgets /

Lenovo vai construir fábrica de US$ 30 milhões em São Paulo

Fabricante de PCs empregará até 700 funcionários dentro de dois anos.

Paulo Higa

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A fabricante chinesa Lenovo construirá uma fábrica no interior de São Paulo. A unidade, localizada na cidade de Itu, deve entrar em operação até dezembro de 2012 e demandará um investimento de 30 milhões de dólares. O comunicado oficial enviado hoje afirma que as instalações terão 325 mil metros quadrados e deverão empregar até 700 funcionários quando atingirem a capacidade máxima, dentro de dois anos.

De acordo com a segunda maior fabricante de PCs do mundo, a nova fábrica produzirá computadores comerciais e de consumo para os clientes no Brasil. O vice-presidente da Lenovo, Dan Stone, afirmou que “o anúncio de hoje é a primeira etapa de um plano ousado e de longo prazo que compreende estratégias orgânicas e inorgânicas de crescimento, cujo objetivo é dobrar a nossa participação de mercado no Brasil”. Espero que isso signifique um aumento da oferta de notebooks ThinkPad, conhecidos por possuírem boa durabilidade.

Como bem lembrou o colega Henrique Martin, do Ztop, os rumores de uma unidade fabril da Lenovo no Brasil não são novos, mas o mercado esperava que a chinesa adquirisse uma empresa estabelecida no país para aproveitar a infraestrutura já existente em vez de construir uma fábrica nova. Além da fábrica de PCs, a Lenovo também construirá um centro de distribuição.

Em maio, o Bloomberg noticiou uma suposta oferta de aquisição da Positivo, informação que também havia sido divulgada em dezembro de 2008 pelo China Daily, quando a proposta teria sido de US$ 833 milhões. Outro rumor teria vindo de uma agência de notícias chinesa em abril de 2010; na época, as ações da Positivo subiram de R$ 8,14 para R$ 23 de acordo com a Folha, mas a compra não foi concretizada. Pelo visto, a Lenovo achou mais vantajoso abrir sua própria fábrica.

Com informações: Ztop, Reuters.