Início / Arquivos / Legislação /

Liminar proíbe Samsung de vender Galaxy Tab nos Estados Unidos

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A disputa judicial entre Apple e Samsung nos Estados Unidos ganhou um novo episódio na noite de terça-feira (26). Uma juíza concedeu liminar em favor da Apple que proíbe imediatamente a venda dos tablets Galaxy Tab 10.1 em todo o território nacional americano. Como de praxe neste tipo de decisão, o gigante coreano pode (e vai) recorrer para continuar vendendo o produto.

“Ainda que a Samsung tenha o direito de competir, não pode fazê-lo de forma injusta ao inundar o mercado com produtos infratores [de propriedade intelectual da Apple]”, escreveu a magistrada na decisão. A Apple mostrou argumentos fortes em especial sobre o design do Galaxy Tab. A juíza entende que este produto no modelo original e com 10,1” de tela infringe patentes da rival.

Galaxy Tab 10.1 original

A Samsung também está proibida de importar o Galaxy Tab 10.1” ou outros produtos que infrinjam a mesma patente que levou a Apple aos tribunais.

O Galaxy Tab original foi lançado no mercado americano em outubro de 2010, de acordo com o site GSM Arena. Hoje em dia a Samsung tem uma linha renovada de tablets chamada de Galaxy Tab 2 que não foi afetada pela liminar. A sul-coreana pode prosseguir com as vendas. O Galaxy Tab 2 de “segunda geração” e com Ice Cream Sandwich está à venda no Brasil desde meados de junho.

Não há dúvidas de que a Samsung vai recorrer da decisão. Ainda assim, foi uma importante vitória da Apple nos trubunais.

Leia a liminar em favor da Apple

Galaxy Tab Injunction Ruling