Nesta terça-feira o campus da sede do Google na Califórnia ganhou uma escultura nova. Um grande pote de jujubas agora faz companhia às outras grandes e coloridas estátuas que existem no local, como uma bomba de chocolate, um pote de sorvete de iogurte, um pão de gengibre, um favo de mel e um sanduíche de sorvete. E o que isso significa? Além de mostrar que o pessoal da gigante da web tem um gosto duvidoso para decoração de exteriores, indica que uma nova versão do Android vem aí.

Como já é tradição, a chegada de uma nova versão do sistema operacional do robozinho é comemorada no Google com uma escultura em homenagem ao nome-código. Jujubas, ou no caso, Jelly Beans. A revelação foi feita pelo perfil Google Developers no Google+.

O novo anão de jardim do Google

Alvo de rumores desde o começo do ano, o Android 4.1 Jelly Bean deverá ser apresentado junto com o (pouco) misterioso tablet Nexus 7 amanhã, quarta-feira (27), durante a convenção de desenvolvedores Google I/O. O número de versão, por sinal, só é conhecida por que o Google deixou o detalhe escapar esse mês.

A nova versão deverá chegar com algumas novidades na bagagem. Rumores apontam que o Jelly Bean deverá trazer uma interface renovada, um assistente à la Siri embutido e, pasme, opção de fazer dual-boot com o Chrome OS ou até mesmo Windows 8 ARM.

Em todo caso, o novo Android será recebido por uma família que cada vez mais sente o peso da falada fragmentação. Atualmente a versão mais popular do sistema é a Gingerbread 2.3, lançada em dezembro de 2010 e que roda em 64,6% dos aparelhos em atividade. O velhote 2.2 Froyo, de maio de 2010, ainda tem a medalha de prata na disputa, com 19,1% de popularidade. No mercado há 8 meses, o 4.0 Ice Cream Sandwich tem presença em apenas 7,1% dos dispositivos.

Com informações: Droid-Life.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Júnior
- Na verdade, é " Geléia de Feijão ". Pois Jelly = Geléia || Bean = Feijão. E Jujube = Jujuba.
Wesley
Já saiu o Cyanogen 9 que é baseado no ICS. Já tem versão estável para muitos dispositivos. Ainda não posso dizer que está boa porque não testei, mas pela experiência que estou tendo com o a versão 7.2, posso dizer que eles fazem um bom trabalho. Concordo com você que os fabricantes são gananciosos e só querem vender e nada de dar suporte, mas nem toda rom feita pela comunidade é uma porcaria. Pelo contrário, as roms oficiais é que normalmente são um lixo cheio de crapware.
@TatoGomes
Vai mudar a vida de alguém se isso aí for jujuba, delicado, goma, bala, doce, chocolate, melão... Já deu isso aí, né?
dri
aqui em Sao Paulo isso é Jujuba e o redondinho macio com açucar e Goma.
@kadugaspar
Acho que nem se trata de erro. Tá mais para "jujuba" é um nome mais legal que "delicado" hehe
Luandersonn
Igual no Android. Para falar a verdade, no Android isso ocorre sempre, tem muito aparelho que pode receber mas como o Google está nem tuíu para o próprio sistema. Neste caso pelo menos tem uma explicação [bem coerente e real].
Rennan Alves
Haja fila no hospital por conta do surto de diabetes.
Kessler
O Gingerbread saiu em 2010, amigão, e eu obviamente me referia ao ICS.
Vinícius
uauhauhauhau! Boa, eu me candidataria numa boa ueahuehaueha!! :B
Guilherme Macedo C.
As estátuas do Android não tem esse problema pq são doces. Só vão ter o trabalho de comê-las :P
Wesley
Nota dez pro Google dessa vez :)
Wesley
Não mesmo... O Cyanogen aqui no meu Galaxy 5 melhorou a duração da bateria em simplesmente 3 vezes. Antes eu tinha que carregar todo os dias, agora carrego de tres em tres. Pode chamar isso de porcaria, eu prefiro chamar de outra coisa.
Alessandro Johnny
Ué, a Microsoft está errada por não colocar mais recursos nos aparelhos que não aguentariam rodar decentemente esses novos recursos (estratégia que a Apple sempre adotou, aliás)? Porque se for assim, as fabricantes de Android estão se contradizendo quando falam para os quatro ventos que tem o hardware mais rápido que os concorrentes, mas na hora de atualizar com coisa nova (que nem são recursos tão surpreendentes que o hardware não vai aguentar, vide o ICS, qual o novo recurso surpreendente que tem nele pra justifiquem não atualizarem os aparelhos anteriores?). E as fabricantes que usam Android podem fazer o mesmo, elas podem muito não colocar tal recurso, se o problema é hardware, tal qual Apple e Microsoft, assim você tem um aparelho "atual", porém com menos recursos. Sem contar que a virada da Microsoft com o Windows Phone 8 é algo muito mais além do que visão capitalista pra que as pessoas comprem novos aparelhos. É poder ter um ecossistema unificado, com apps rodando em telefones, tablets e computadores
Alessandro Johnny
Um .1 depois do 4 e um monte de gente puta porque o aparelho atual não vai receber atualização.
Guilherme Macedo C.
A limitação se dá nas estratégias comerciais das empresas. Muitas não atualizam para tornar os novos aparelhos mais rentáveis.
Exibir mais comentários