Por mais incrível que possa parecer, é isso que aponta a pesquisa realizada pela E-life e pela InPress Porter Novelli, na qual comparam os hábitos de uso e comportamento dos internautas brasileiros em mídias sociais.

Entre os quase 1300 entrevistados, 87,2% disseram que acessam o Twitter de 5 a 7 dias por semana (colocando-o em primeiro lugar na pesquisa), enquanto que os que acessam o Orkut com a mesma freqüência são 72,6%. Além disso, 38,5% dos entrevistados consideram o Twitter o serviço mais importante dentre os que utiliza (entre redes sociais, blogs, grupos de e-mail, YouTube, fóruns, etc). Os que consideram o Orkut o serviço mais importante ficaram em segundo lugar na pesquisa, com 26,9%.

Outro dado interessante levantado é que 63,2% dos twitteiros e 44,7% dos blogueiros entrevistados ficam mais de 41 horas online por semana. Entre aqueles que consideram o Orkut mais importante, 28,8% fica online menos de 16 horas por semana. E 51% dos twitteiros acessam a internet pelo celular — na análise geral, 42,6% dos entrevistados o fazem.

Cabe notar que, mesmo com o Twitter sendo acessado com maior freqüência, ele ainda é o segundo colocado entre os serviços com mais pessoas cadastradas. Entre os entrevistados, 80,1% possuem conta no Twitter, enquanto 89,6% têm conta no Orkut, garantindo-lhe o primeiro lugar dessa vez.

Clique para ver o gráfico completo

A pesquisa também ressalta os diferentes fins aos quais cada mídia social se destina, de acordo com seus usuários. Enquanto no Orkut a grande maioria (86,6%) o usa para manter contato com amigos e parentes, no Twitter a coisa é mais equilibrada. A maior parte (69,4%) o usa para ler notícias, mas 66,7% quer divulgar seu próprio conteúdo, enquanto 64,6% querem buscar informações sobre questões de seu interesse.

Uma observação importante é que o estudo não reflete necessariamente a realidade do país como um todo. A amostragem de entrevistados, como é mostrado na apresentação com os resultados do estudo, é composta em sua maioria por jovens de alta renda que moram nas capitais e usam a internet por várias horas por dia. Veja a apresentação completa aqui.

Comentários

Envie uma pergunta